Apresentação

Striker e Aggressor, as duas novas (e radicais) versões do recordista SSC Tuatara

Detentor do título de carro mais rápido do mundo, o SSC Tuatara recebeu duas versões ainda mais radicais designadas Striker e Aggressor.

O SSC Tuatara até pode ter destronado o Koenigsegg Agera RS como o carro mais rápido do mundo há apenas quatro meses, mas a SSC North America não parece “satisfeita”.

Por isso mesmo, a empresa norte-americana colocou mãos à obra e criou não uma, mas duas novas versões do Tuatara com nomes, no mínimo, sugestivos: Striker e Aggressor.

Começando pelo SSC Tuatara Striker, o visual bem mais agressivo destaca-o, mas é justificado: todos os novos apêndices aerodinâmicos que foram adicionados contribuem para uma downforce (sustentação negativa) superior.

A NÃO PERDER: Koenigsegg Jesko. “Monstro” sueco já anda de lado

De acordo com a SSC North America, o Tuatara Striker consegue gerar 500 kg de downforce a 257 km/h (160 mph), tudo cortesia do pack aerodinâmico no qual se inclui a asa traseira ativa, saias laterais, um enorme difusor e ainda uma asa com estabilizadores verticais (como nos… aviões).

Graças a tudo isto, segundo a SSC North America, cerca de 55% da downforce é aplicada sobre o eixo traseiro, ajudando a “otimizar o equilíbrio, previsibilidade e oferecendo uma maior estabilidade”.

Com um interior onde, supostamente, encontramos Alcantara e fibra de carbono (a SSC North America revelou muito pouco sobre ele), o Tuatara Striker recorre ao já conhecido, mas sempre impressionante, 5.9 V8 biturbo com 1774 cv (com E85), estando este associado a uma caixa manual robotizada de sete relações capaz de trocar de mudança em 100 milissegundos!

VEJA TAMBÉM: Agora sim, está confirmado. SSC Tuatara é o CARRO MAIS RÁPIDO DO MUNDO

O Tuatara Aggressor

Se o Tuatara Striker impressiona, o SSC Tuatara Aggressor não lhe fica atrás, pois será ainda mais radical. Partindo do Striker, a SSC North America criou um modelo que afirma ser capaz de oferecer “opções em prestações, aparência e experiências quase ilimitadas e impossíveis de alcançar nos modelos de estrada”.

O que significa que o Tuatara Aggressor foi pensado exclusivamente para as pistas (o Striker pode ser usado na via pública) sendo esta a versão superlativa do carro mais rápido do mundo.

Curiosamente, a SSC anuncia para o Aggressor os mesmos valores de downforce do Striker, o que deixa adivinhar uma aparência final idêntica entre as duas novas versões do Tuatara.

O seu foco nas pistas será evidente no interior (que ainda não vimos), onde teremos um tabliê exclusivo em fibra de carbono para esta versão, assim como um rollbar no mesmo material, arnês de cinco pontos (opcionais) e bancos de competição que podem ser customizados pelo seu proprietário.

Mas há mais. Por baixo do capô há uma opção que permite elevar a potência do 5.9 V8 biturbo dos 1774 cv para uns ainda mais impressionantes 2231 cv. Como? A SSC North America não revelou, assim como não revelou o preço destas duas novas versões do seu recordista.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Bugatti EB110?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Bugatti EB110. O último Bugatti antes da era Volkswagen

Mais artigos em Notícias