Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Marca chinesa elétrica NIO estreia-se na Europa com o ES8

O NIO ES8 vai começar por ser vendido na Noruega. Mas os planos marca chinesa exclusivamente elétrica são o de se expandir a mais mercados europeus.

Criadora do EP9, o superdesportivo chinês que outrora foi o elétrico mais rápido no Nürburgring, a NIO prepara-se para chegar ao mercado europeu com um SUV elétrico, o NIO ES8.

A confirmação desta expansão para o mercado europeu foi feita através do Twitter e o primeiro país onde a marca chinesa exclusivamente elétrica iniciará a sua atividade, a partir do próximo mês de julho, é na Noruega, onde comercializará o SUV ES8.

Segundo revelou o diretor executivo da marca, William Li, a escolha daquele país deveu-se ao facto deste “estar na vanguarda da mobilidade elétrica e do crescimento sustentável”.

A NÃO PERDER: Só para a China. Novo Mercedes-Benz Classe C Longo é um “mini-Classe S”
NIO ES8

Além disto, William Li relembrou que “o forte sentimento de comunidade e alto poder de compra” noruegueses tornam o país escandinavo perfeito para a marca elétrica chinesa.

O NIO ES8

Há venda na China desde 2018, o NIO ES8 apresenta-se com um rival de sete lugares para modelos como o Tesla Model X ou o Audi e-tron.

Equipado com dois motores elétricos (um por eixo) que lhe conferem tração integral, o ES8 oferece 650 cv de potência máxima e 840 Nm de binário máximo e vem com uma bateria de 100 kWh que permite uma autonomia de 499 km (ciclo WLTP).

Com os preços ainda por revelar, o NIO ES8 deverá começar a ser entregue aos primeiros clientes em setembro.

VEJA TAMBÉM: Volkswagen ID.6. O SUV elétrico de 7 lugares exclusivo para a China

Planos ambiciosos

Mas não se pense que este estará sozinho na “ofensiva europeia” da marca chinesa. Em 2022 a NIO planei juntar ao ES8 o sedã ET7, que promete 653 cv e perto de 1000 (!) quilómetros de autonomia (de acordo com o permissivo ciclo NEDC ainda usado na China e não o nosso WLTP) com o maior pack de baterias que o pode equipar, com 150 kWh (70 kWh e 100 kWh estão também disponíveis).

NIO ET7
O ET7 é o segundo modelo que a NIO planeia comercializar na Europa.

Mas a maior diferença da elétrica NIO para os seus mais diretos rivais é que, a partir de 2022, introduzirá o serviço “Power Swap” em cinco cidades norueguesas (já presente na China).

Ou seja, ao invés de termos de esperar largos minutos senão horas para carregar a bateria, a NIO terá estações de troca de baterias que permitem trocar uma bateria descarregada por outra carregada em três minutos.

Além disto, nos planos da NIO está ainda a criação de uma rede de “supercarregadores” própria na Noruega e a instalação de um carregador doméstico em casa dos seus clientes.

NIO troca de baterias
Um dos postos de troca de baterias que a NIO quer implementar na Noruega.
A NÃO PERDER: Deseja um chá? Este MPV chinês satisfaz-lhe a vontade

Curiosamente, a chegada da NIO à Europa dá-se depois desta já contar com um centro global de design em Munique, na Alemanha, e um centro de engenharia em Oxford, Inglaterra.

Quanto a futuros mercados, apesar de nada estar confirmado, no passado o vice-presidente da NIO para a Europa, Hui Zhang, sugeriu que a Alemanha poderia ser uma boa escolha devido à sua avançada infraestrutura de carregamento e ao forte mercado de veículos elétricos.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o protótipo Porsche C88?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

C88. Fica a conhecer o “Dacia Logan” da Porsche para a China

Mais artigos em Notícias