Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Restomod

DLS. Primeiro 911 arrefecido a ar com 500 cv da Singer está pronto

A Singer propôs-se a criar o derradeiro Porsche 911: baixo peso e motor flat six, refrigerado a ar e naturalmente… aspirado! Assim nasceu o 911 DLS.

A Singer acaba de construir o primeiro Porsche 911 DLS para um cliente e mostrou-nos as imagens dos bastidores do primeiro teste em estrada, com Rob Dickinson, fundador e presidente da empresa com sede em Los Angeles, nos EUA, ao volante.

A julgar pelas imagens divulgadas e pelas declarações de Dickinson no final do teste, o “patrão” da Singer, famosa preparadora de modelos Porsche, não podia estar mais satisfeito com o que a sua equipa acabou de criar.

“Que experiência fantástica! A imponente equipa de heróis talentosos que conseguimos montar para o DLS produziu um resultado surpreendente – o carro é simplesmente extraordinário “, disse Dickinson, citado pela publicação Carscoops.

A NÃO PERDER: Saudades do Porsche 911 Safari? Vejam só o que a Singer criou
Porsche-911-Singer-DLS
Rob Dickinson, o “patrão” da Singer, foi o primeiro a conduzir o novo 911 DLS.

O 911 que aqui vos trazemos começou a sua vida como um 911 (geração 964), mas é o primeiro Singer 911 a resultar do programa Dynamics and Lightweighting Study (DLS). 

Flat six refrigerado a ar

Um dos grandes parceiros deste projeto foi a Williams Advance Engineering que foi responsável, entre outras coisas, pelo motor 4.0 litros flat six — seis cilindros opostos — refrigerado a ar, capaz de desenvolver 500 cv de potência e atingir as 9000 rpm.

Além do motor, a Williams também deu uma ajuda na carroçaria, aplicando princípios de aerodinâmica moderna num design com mais de 50 anos. Os cuidados com a aerodinâmica são visíveis na famosa ducktail mais pronunciada ou nos extratores de ar traseiros, elementos capazes de gerar o tão necessário downforce que ajuda a manter a traseira deste 911 bem presa ao asfalto.

Porsche-911-Singer-DLS
A famosa “ducktail” mais pronunciada não passa despercebida.

Menos de 1000 kg

A somar a tudo isto, a Singer conseguiu cumprir um dos outros grandes objetivos a que se tinha proposto: deixar este 911 DLS com um peso abaixo dos 1000 kg. Dito e feito. Graças ao recurso intensivo a materiais como o magnésio, titânio e fibra de carbono, este 911 (964) com esteróides acusa apenas 990 kg de peso na balança.

A receita deste 911 DLS só ficou completa com um conjunto de jantes de 18 polegadas em magnésio forjado da BBS, com umas pinças da Brembo servidas por discos em cerâmica, uma caixa de velocidades manual de seis velocidades tailor-made da Hewland e com uns pneus Pilot Sport Cup 2 “oferecidos” pela Michelin.

Estou muito feliz pelos nossos clientes – reembolsaremos a sua imensa paciência e confiança com uma máquina verdadeiramente notável.

Rob Dickinson, fundador e presidente da Singer

Rob Dickinson não tem dúvidas de que este 911 DLS vai fazer 75 proprietários muitos felizes — sim, é esse o número de exemplares que a Singer vai produzir, cada uma a custar aproximadamente 1,5 milhões de euros. Esta unidade pintada em Oak Green Metallic é só a primeira.

Sabe responder a esta?
Qual a potência do novo Porsche 911 GT3 (992)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Já conhecemos o novo Porsche 911 GT3 (992). Todos os detalhes

Mais artigos em Notícias