Eventos

Smart Cities, que futuro em Portugal? e-Talk da BMW Portugal promove discussão

Estiveram na conferência representantes da BMW Portugal, da Secretaria de Estado da Mobilidade, da Câmara Municipal de Aveiro e da Critical TechWorks.

Cada vez mais uma realidade, as Smart Cities (cidades inteligentes) foram o tema em discussão na mais recente e-Talk promovida pela BMW Portugal. Adstrita ao tema “O caminho para o desenvolvimento de Smart Cities em Portugal”, a conferência decorreu no passado dia 15 de abril e contou com a moderação do jornalista Luís Ribeiro.

Quanto ao painel, este era composto pelo Diretor Geral da BMW Portugal, Massimo Senatore; pelo Secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro; pelo Presidente da Câmara Municipal de Aveiro, José Ribau Esteves e por João Peixoto, CTO (diretor técnico) da Critical TechWorks.

Apesar de os intervenientes estarem ligados a áreas de atuação diferentes, a ideia da urgência por uma mobilidade mais verde e ecológica ficou clara. Já as medidas para lá chegar foram precisamente o tema em discussão.

A NÃO PERDER: Tecnologia portuguesa na mão de mais de 1 milhão de condutores BMW

Eletrificação é crucial

Para Massimo Senatore, uma das chaves para criar cidades cada vez mais inteligentes passa pela mobilidade elétrica, aproveitando para salientar a importância dos construtores na criação da “mobilidade do futuro”.

Ainda assim, o Diretor Geral da BMW Portugal relembrou que apesar do muito que já foi feito em Portugal, é necessário reforçar os incentivos à compra de carros elétricos por clientes particulares e reforçar as infraestruturas. Além disso, salientou ainda a importância de disponibilizar informação, “um elemento fundamental (…) para construirmos uma mobilidade mais avançada e tecnologicamente mais sustentável”.

BMW iX3
O Diretor Geral da BMW Portugal enfatizou a necessidade de reforçar as infraestruturas para se poder criar cidades mais inteligentes.

Já o Secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, concordou com a importância dos apoios e no campo do reforço da infraestrutura relembrou “a prioridade é garantir a equidade do território”, ou seja, criar postos em locais onde estes ainda não existem.

Quanto a José Ribau Esteves, Presidente da Câmara Municipal de Aveiro relembrou a importante ligação entre as pessoas e a mobilidade, afirmando que esta tem “um efeito de mobilização e comunicação na população muito forte”.

Por fim, João Peixoto, da Critical TechWorks, reforçou a importância de manter toda esta evolução centrada e focada nas pessoas e nas suas necessidades e aproveitou para relembrar que apesar do longo caminho já percorrido no campo da conetividade, a indústria automóvel ainda está longe do alcançado, por exemplo, no mundo dos telemóveis.

Se não conseguiram assistir à e-Talk podem fazê-lo através desta ligação.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do BMW 333i (E30)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

BMW 333i (E30). O «primo do M3» que pouca gente conhece

Mais artigos em Notícias