Leilões

Mais uma “baixa”. BMW 3.0 CSL do cantor Jay Kay vai a leilão

A coleção de carros do vocalista dos Jamiroquai vai sofrer mais uma "baixa". Desta vez Jay Kay decidiu despedir-se do seu BMW 3.0 CSL de 1973.

A coleção automóvel de Jay Kay, conhecido vocalista dos Jamiroquai, vai sofrer nova “baixa”. Depois do cantor ter decidido leiloar o seu Ferrari LaFerrari verde, um BMW 1M Coupé e um McLaren 675 LT, agora decidiu despedir-se do seu BMW 3.0 CSL (E9) de 1973.

Este é um modelo icónico da marca da Baviera e foi construído para que o fabricante alemão cumprisse os requisitos de homologação para o Campeonato Europeu de Carros de Turismo. No total, apenas 1039 exemplares terão sido produzidos, 500 dos quais para o Reino Unido, com o volante à direita: o carro de Jay Kay é o número 400.

Visualmente muito parecido às versões CS e CSi, bastante mais comuns, o 3.0 CSL (Coupé Sport Leicht) era um especial de homologação que usava aço mais fino para a carroçaria, liga de alumínio nas portas, capô e tampa da bagageira, e acrílico Perspex nas janelas traseiras. Tudo isto permitiu uma poupança de peso de 126 kg, fazendo jus à designação “Leicht” ou leve.

A NÃO PERDER: BMW 3.0 CSL Hommage: relembrar um ícone
BMW-3.0-CSLNo que à mecânica diz respeito, eram muitas as semelhanças com os modelos CSi. Contudo, para o posicionar na categoria “acima de 3.0 litros” os engenheiros da BMW subiram a capacidade do motor de seis cilindros em linha (naturalmente aspirado) do 3.0 CSL para 3003 cm3, ao mesmo tempo que produzia 203 cv e 286 Nm de binário máximo.

 

Acoplado a este motor estava uma transmissão manual de cinco velocidades que lhe permitia ultrapassar os 225 km/h de velocidade máxima.

BMW-3.0-CSLOs exemplares homologados em julho de 1973 viram o motor de seis cilindros receber modificações e “crescer” para os 3,2 litros de capacidade. O destaque, porém, era um pack aerodinâmico que contava com vistosos apêndices como a enorme asa traseira que viria a valer a alcunha de Batmobile a este modelo.

A NÃO PERDER: Este é o novo BMW M5 CS. O mais potente BMW de sempre

Jay Kay adquiriu este BMW em 2008 e foi o seu 6.º proprietário. Nessa altura, já depois de ter sido restaurado, este 3.0 CSL tinha abandonado a pintura amarela com que deixou a fábrica, passando a exibir um tom de cinzento igualmente reconhecido pela marca de Munique, denominado Diamond Schwartz.

BMW-3.0-CSLO segundo restauro já foi feito sob as ordens de Jay Kay, em 2010, no Munich Legends (especialista BMW em Sussex, no Reino Unido), e envolveu uma nova pintura que custou 7000 libras esterlinas (cerca de 8164 euros), alterando a cor para Polaris Silver, como está hoje.

VEJA TAMBÉM: Já testámos o BMW M2 CS. O que vale o “presente de despedida”?

Nessa altura, o cantor pop pediu ainda uma reconstrução mecânica completa que, de acordo com a Silverstone Auctions, terá custado mais de 20 000 libras (23 326 euros) em mão de obra. Todas estas intervenções estão documentadas.

A leiloeira responsável pela venda não anuncia os quilómetros que este BWM 3.0 CSL soma no odómetro, mas afirma que este é um dos automóveis de eleição de Jay Kay e que tem inspeção válida no Reino Unido até ao dia 28 de janeiro de 2022.

A NÃO PERDER: Pechincha? BMW 635 CSi ex-Sean Connery vendido por cerca de 52 mil euros

O leilão deste “bimmer” está marcado para o próximo sábado, dia 27 de março, pelas 10h00. A Silverstone Auctions estima que a venda seja feita por um valor em torno das 115 000 libras esterlinas, qualquer coisa como 134 000 euros.

Sabe responder a esta?
Qual a potência do motor N54 que "anima" o BMW 1M Coupé?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

BMW 1M Coupé de Jay Kay vai a leilão
Em cheio!!
Vá para a próxima pergunta

ou leia o artigo sobre este tema:

BMW 1M Coupé de Jay Kay vai a leilão

Mais artigos em Notícias