Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeo

Este é o único Porsche 911 blindado de produção. Conhece a sua história

Partindo de um Porsche 911 (996), a marca de Estugarda produziu aquele que é, para já, o único 911 blindado a sair da sua linha de produção.

A geração 996 do Porsche 911 até pode ser uma das mais “mal amadas” pelos fãs da marca, mas nem por isso deixou de ter importância na já longa história do icónico modelo alemão.

Afinal foi a primeira geração do 911 com um motor refrigerado a água, a primeira a abdicar dos faróis redondos e deu início à saga GT3, fatores que já lhe garantiam um lugar especial na história do modelo. O facto de ter sido também a base para o único 911 blindado de produção apenas vem aumentar a sua importância.

Pois é, em meados dos anos 1990, a Porsche decidiu aceder ao pedido de um dos seus clientes e partindo de um 911 (996) pintado num vistoso “Dragonfly Turquoise Metallic” criou o único 911 à prova de bala de produção.

VÊ TAMBÉM: Saudades do Porsche 911 Safari? Vejam só o que a Singer criou

Como foi feito?

Atualmente parte da coleção do museu da Porsche, este Porsche 911 (996) nasceu como qualquer outro modelo da sua geração, tendo sido arbitrariamente escolhido à saída da linha de produção antes de se tornar à prova de bala.

Para assegurar que este 911 Carrera estava apto de servir até o famoso James Bond, a Porsche equipou-o com vidro reforçado com 20 mm de espessura especialmente projetado para ele.

Já para assegurar que a carroçaria era capaz de parar balas a Porsche recorreu a um material compósito chamado Dyneema. Apesar de pesar o mesmo que o aço, este é 15 vezes mais resistente.

Apesar de serem quase invisíveis, todas estas transformações permitiram, segundo a Porsche, tornar este 911 (996) capaz de parar projéteis de uma pistola de 9 mm ou de um revólver .44 Magnum.

VÊ TAMBÉM: Este Audi RS7 Sportback blindado é o “tanque” mais rápido do mundo

Não há bela sem senão

Com um interior igual ao dos restantes 911 contemporâneos (e recheado de equipamento), a principal diferença a bordo deste exemplar único é o facto de este ser mais silencioso, cortesia dos vidros (muito) mais espessos.

Porsche 911 (998) blindado
Apesar do considerável aumento de peso o motor não sofreu quaisquer alterações.
VÊ TAMBÉM: Fica a saber o que torna este Ferrari 458 Speciale mais especial

Como seria de esperar, toda esta proteção “passa” uma fatura, com o peso deste Porsche 911 (996) Carrera a passar para mais do dobro: 1317 kg disparou para os 2722 kg. Apesar disso, este continuava a recorrer ao 3.4 l flat-six com 300 cv e 350 Nm — merecia, claramente, uma atualização para o motor do 911 (996) Turbo, com 420 cv, que seria lançado mais tarde.

Sem nunca ter tido seguimento, o projeto de um 911 (996) blindado manteve-se um one-off por duas razões muito simples: não havia procura para 911 blindados e o preço era exorbitante. Não admira que a escolha típica, na altura, se cingisse a uma berlina de quatro portas, e provavelmente como uma estrela de três pontas a ostentar o capô.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o protótipo Porsche C88?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

C88. Fica a conhecer o “Dacia Logan” da Porsche para a China

Mais artigos em Notícias