Apresentação

O Mercedes-Benz EQC está mais rápido a carregar

O Mercedes-Benz EQC 400 4MATIC recebeu um carregador de bordo mais potente. Resultado? Os tempos de carregamento são agora mais reduzidos.

Revelado no ano passado, o Mercedes-Benz EQC não só foi o primeiro modelo elétrico da submarca Mercedes-Benz EQ como se estabeleceu como um marco importante da estratégia Ambition 2039. Nesta o fabricante alemão pretende atingir a neutralidade carbónica na sua frota automóvel em 2039, e quer que em 2030 mais de 50% das suas vendas sejam de veículos elétricos ou híbridos plug-in.

Agora, para assegurar que o seu SUV elétrico se mantém competitivo num segmento com cada vez mais modelos, a Mercedes-Benz decidiu que era altura de operar alguns melhoramentos ao EQC.

Desta forma, o Mercedes-Benz EQC passou a incorporar um carregador de bordo mais potente de 11 kW. Isto permite-lhe ser carregado mais rapidamente não só através de uma Wallbox, como em postos de carregamento público com corrente alternada (AC).

VÊ TAMBÉM: Daimler junta-se à Geely para desenvolver motores de combustão interna
Mercedes-Benz EQC © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Na prática, a bateria de 80 kWh que equipa o EQC passou a poder ser carregada em 7h30 entre 10 e 100%, enquanto anteriormente o mesmo carregamento demoraria 11 horas com um carregador com 7,4 kW de potência.

Eletrificação de vento em popa

Símbolo maior da eletrificação da Mercedes-Benz, o EQC vendeu apenas no mês de setembro 2500 unidades.

Se contarmos com os modelos elétricos e híbridos plug-in, a Mercedes-Benz viu serem comercializadas no terceiro trimestre de 2020 um total de 45 mil unidades de modelos de “ligar à tomada”.

No total, o portefólio global da Mercedes-Benz incorpora atualmente cinco modelos 100% elétricos e mais de vinte modelos híbridos plug-in, numa aposta na eletrificação que aponta qual será o futuro da “marca da estrela”.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Mercedes-AMG GT 63 S 4 portas?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Mercedes-AMG GT 63 S 4 portas é a berlina executiva mais rápida no Nürburgring

Mais artigos em Notícias