Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Brembo Greentive prometem até menos 50% de emissão de partículas

A Brembo, a conhecida marca especializada em sistemas de travagem, apresentou o Greentive, um novo disco que promete reduzir em até 50% as emissões de partículas.

As emissões de partículas são um problema a resolver também quando falamos do sistema de travagem, que resultam da fricção entre a pastilha e o disco. Entre as soluções para este problema, e tal como nos sistemas de escape, estão em desenvolvimento filtros de partículas para os travões, mas a Brembo propõe, em alternativa, atenuar o problema com os novos discos Greentive que está a desenvolver.

Os Brembo Greentive (fusão entre Green, ou verde, e Distinctive, distintivo) prometem reduzir as emissões de partículas dos discos em até 50%, ao mesmo tempo que oferecem um ciclo de vida mais longo devido à sua maior resistência à corrosão.

Para o conseguirem, a superfície do disco em aço passa a ser revestida por uma camada de carboneto de tungsténio. Se o carboneto de tungsténio soa vagamente familiar é porque vimos há quase três anos a Porsche revelar um sistema de travagem para o Cayenne Turbo que recorria ao mesmo revestimento. A Porsche deu-lhes o nome de PSCB ou Porsche Surface Coated Brake.

VÊ TAMBÉM: É assim que a Bugatti testa as suas pinças de travão em titânio
Brembo Greentive

Se o objetivo inicial do desenvolvimento dos Greentive por parte da Brembo era o de reduzir a corrosão dos discos, a menor emissão de partículas quando em uso — até 50% menos — acabou por ser um muito bem vindo benefício. No entanto, para que tal aconteça é necessário combinar estes discos com pastilhas com material de fricção específico.

Além dos benefícios ambientais e de longevidade, a Brembo também defende os benefícios estéticos dos Greentive. O revestimento dá ao disco de travão um acabamento espelhado que, de acordo com a Brembo, “expressa elegância e personalidade”.

A pensar nos elétricos

Este novo desenvolvimento da Brembo, sobretudo o seu foco em garantir uma maior proteção anti-corrosão dos discos, deve-se à transformação a que assistimos na indústria automóvel que segue, determinada, no caminho da eletrificação. Os automóveis elétricos recorrem bastante menos aos travões mecânicos por virem com eficazes sistemas de travagem regenerativa.

Ou seja, os discos e pastilhas acabam por ter um ciclo de vida substancialmente mais longo do que num automóvel com motor de combustão que só tenha um sistema de travagem convencional. É, por isso, imperativo garantir que o sistema de travagem se mantenha “em forma” durante muito mais tempo. Este revestimento promete a longevidade necessária dos discos sem que estes se deteriorem devido à corrosão.

Quando os veremos?

Os novos Brembo Greentive deverão surgir proximamente num modelo de produção. Porém, por serem mais caros que os discos de aço convencionais (mas bem mais baratos que os de carbono-cerâmica), vamos vê-los, em primeiro lugar, no segmento de luxo ou em veículos de nicho. A longo prazo, as economias de escala deverão permitir que esta solução chegue ao segmento premium do mercado.

Mais artigos em Notícias