Insólito

Como? “Spirit of Ecstasy” iluminado banido na UE por causa da poluição luminosa

Não só os novos Rolls-Royce não vão poder contar com o "Spirit of Ecstasy" iluminado como os que já o têm vão ter de o trocar por outro metálico e não iluminado.

Introduzido pelo protótipo 100% elétrico 102EX de 2011, o “Spirit of Ecstasy” iluminado foi agora proibido na União Europeia, por causa da… poluição luminosa gerada.

Opcional nos Rolls-Royce Phantom, Dawn, Wraith, Cullinan e na anterior geração do Ghost, já desde o início de 2019 que o “Spirit of Ecstasy” iluminado deixou de fazer parte da lista de opcionais da luxuosa marca britânica.

Acerca dessa decisão, um porta-voz da marca afirmou em declarações ao Daily Mail o seguinte: “em fevereiro de 2019 enviámos aos nossos concessionários um memorando a avisar que íamos retirar o “Spirit of Ecstasy” iluminado da lista de opcionais”.

VÊ TAMBÉM: Whispers. A rede social exclusiva para quem tem um Rolls-Royce
Rolls-Royce logótipo iluminado
Ao que parece, a estatueta iluminada vai contra as novas normas europeias que visaram regulamentar a iluminação automóvel para reduzir a poluição luminosa.

Os já instalados também têm de ser trocados

Além de ter desaparecido da lista de opcionais da Rolls-Royce, o “Spirit of Ecstasy” iluminado terá também de ser retirado de todos os modelos da marca já vendidos que estejam equipados com este opcional que custava 3500 libras (cerca de 3861 euros).

Por isso mesmo, um porta-voz da marca revelou que esta já está a informar os clientes de que será necessário remover a estatueta iluminada da frente dos carros.

Além disso, a Rolls-Royce vai oferecer não só um reembolso total aos clientes como procederá à substituição da estatueta iluminada por outra metálica. Segundo o porta-voz “sentimos que era uma obrigação moral. Vendemos esta opção de boa fé. Somos forçados a retirá-lo agora, sem culpa própria”.

Sabes responder a esta?
Em que ano é que um Rolls-Royce correu no Rali Dakar?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Rolls-Royce Jules: aposta levou-o a cruzar a meta do Dakar

Mais artigos em Notícias