Apresentação

Peugeot 3008 de “cara lavada”. Fica a saber tudo o que traz de novo

O muito bem sucedido Peugeot 3008 é agora alvo de uma remodelação que refresca o estilo exterior e reforça os argumentos interiores.

Se há modelo que tem contribuído para as boas fortunas da marca do leão, esse modelo é, sem sombra de dúvida, o SUV compacto Peugeot 3008.

Lançado em 2016, foi Carro do Ano 2017 — em Portugal e na Europa —, e a sua carreira comercial tem sido marcada por um sucesso considerável, tendo já ultrapassado a marca das 800 mil unidades produzidas.

A competição é grande no segmento, por isso não há tempo para celebrar e relaxar. Para se manter competitivo, o Peugeot 3008 recebe uma bem vinda atualização, com os maiores destaques a estarem no estilo retocado e no reforço tecnológico.

VÊ TAMBÉM: Peugeot 2008. Tem argumentos para destronar o líder Renault Captur?
Peugeot 3008 2020

Por fora

Ao contrário de outros restylings a outros modelos, o efetuado ao 3008 permite distingui-lo facilmente do modelo que conhecíamos. Tudo por culpa da nova assinatura luminosa que, tal como encontramos nos Peugeot mais recentes, ganha duas felinas presas — mas não se fica por aqui…

A grelha perde o contorno e estende-se até aos faróis (que também são novos) e ganha até “pequenas asas sob os faróis”, de acordo com o seu designer — o termo “bigodes” seria mais apropriado. Ainda na frente, destaque para a identificação do modelo sobre o capot, como vemos no 508 ou no 208.

Atrás, as diferenças são mais subtis, tendo o atualizado Peugeot 3008 ganho óticas Full LED, com as garras 3D a servirem de motivo gráfico. Há ainda novas jantes “São Francisco” de 19″ e acabamento em diamante para quem opta pelo nível GT Pack.

VÊ TAMBÉM: Mais 28 cv por mais 1000 euros. Vale a pena optar pelo Mazda CX-30 Skyactiv-G 150 cv?

Por dentro

O Peugeot i-Cockpit continua a marcar o interior do renovado 3008, mas também evoluiu. O painel de instrumentos digital de 12,3″ tem agora mais e melhor contraste, graças à adição de uma lâmina digital com tecnologia “Normally Black”.

Também a definição do ecrã tátil do sistema de infoentretenimento aumentou, assim como o seu tamanho, que passa a ser de 10″. As teclas de atalho, sete no total, permanecem e dão acesso às suas principais funções. Nas variantes HYBRID e HYBRID4 (híbridas plug-in), há uma oitava tecla, que dá acesso imediato ao menu para as funcionalidades elétricas.

Passa a existir um seletor do modo de condução na consola central nos Peugeot 3008 equipados com caixa automática (EAT8). São três os modos nas versões com motores de combustão: Normal, Sport e Eco. Nos HYBRID estes alteram-se para Electric (por defeito), Hybrid, Sport e, exclusivamente no HYBRID4, há o modo 4WD.

De resto, é nos revestimentos que encontramos diferenças. Para os GT/GT Pack, temos novos estofos Couro Nappa Vermelho, Couro/Alcantara Preto Mistral ou Cinzento Greval (HYBRID). Nos restantes níveis temos disponível Couro Nappa Mistral com pespontos Tramontane, e semi-couro e tecido (Allure e Allure Pack). Destaque ainda para a Madeira Tilleul escurecida para os níveis GT e GT Pack, entre outros detalhes.

TENS DE VER: São cada vez menos. Que MPV (monovolumes) ainda posso comprar?

Mais high-tech

Entre o arsenal tecnológico podemos encontrar muitas ajudas à condução. Desde o sistema de visão noturna ao controlo de velocidade adaptativo com função Stop & Go (EAT8), passando pela travagem automática de emergência já capaz de detetar peões e ciclistas, de dia e de noite, dos 5 aos 140 km/h, Park Assist, entre outros…

Peugeot 3008 2020

No tópico da conetividade, o Peugeot 3008 vem com tecnologia Mirror Screen, onde se inclui o Apple CarPlay e Android Auto; o smartphone pode ser carregado sem fios, e além de uma entrada USB à frente, atrás os passageiros podem também contar com duas entradas USB.

Por fim, o atualizado Peugeot 3008 pode ter ainda um sistema áudio da FOCAL, com 515 W de potência, com a aparência dos altifalantes também a ser revista, ganhando um tom bronze.

Peugeot 3008 2020
VÊ TAMBÉM: Depois do híbrido plug-in, testámos o Ford Kuga 100%… octanas. Escolha acertada?

Por baixo do capô

As motorizações que conhecíamos, puramente a combustão ou híbridas plug-in, transitam sem alterações (excetuando no cumprimento das normas de emissões) nesta renovação. O Peugeot 3008 tem duas opções híbridas plug-in à escolha, a saber, o HYBRID 225 e-EAT8 e o HYBRID4 300 e-EAT8.

O primeiro conjuga o 1.6 PureTech de 180 cv com um motor elétrico de 110 cv, oferecendo uma potência máxima de 225 cv e duas rodas motrizes.

O segundo, o 3008 mais potente de todos, conjuga também o 1.6 PureTech, mas com 200 cv, com dois motores elétricos — um à frente com 110 cv e outro no eixo traseiro com 112 cv — com a potência máxima combinada a ser de 300 cv e quatro rodas motrizes.

Ambos trazem suspensão traseira independente (esquema multi-braços) e vêm munidos com uma bateria de 13,2 kWh, com o HYBRID e HYBRID4 a terem, respetivamente, uma autonomia elétrica de 56 km e 59 km.

As versões com motores puramente térmicos dividem-se entre o 1.2 PureTech (três cilindros em linha e turbo) de 130 cv a gasolina e o 1.5 BlueHDI (quatro cilindros em linha), também de 130 cv, mas a gasóleo. Ambas as motorizações estão disponíveis com duas transmissões: uma caixa manual de seis velocidades e uma automática (conversor de binário), a EAT8, com oito velocidades.

Peugeot 3008 2020
VÊ TAMBÉM: É assim que a Peugeot vai comemorar os seus 210 anos

Quando chega?

De momento, só temos indicação de que o renovado Peugeot 3008 chegará ao mercado ainda em 2020, não havendo ainda informações sobre os preços.

Sabes responder a esta?
Com que carro a Peugeot estreou-se no Dakar?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Do Peugeot 205T16 ao 3008 DKR. A história (quase) completa

Mais artigos em Notícias