Arranque a Frio

Alguns dos números mais curiosos do Classe S W223

A chegada de uma nova geração do Classe S é o mesmo que entrar num vasto universo de tecnologia e informação. Reunimos alguns números sobre o W223 e não só.

W222 (2013-2020) — antecessor do Mercedes-Benz Classe S W223 vendeu mais de 500 mil unidades. Mais de 1/3 foram para a China (idade média dos clientes chineses: 40 anos, os mais jovens de todos). 9 em cada 10 Classe S vendidos no mundo corresponderam à versão longa.

Sobre o Classe S W223:

0,22 — um dos mais baixos coeficientes aerodinâmicos da indústria.

Sustentabilidade: 98 kg — componentes com materiais para conservar recursos; 40 kg — componentes com matérias-primas renováveis; 120 — componentes com materiais reciclados.

EM MAIS DETALHE: Mercedes-Benz Classe S W223 revelado. Quando a tecnologia é sinónimo de luxo
Mercedes-Benz Classe S W223

E-ACTIVE BODY CONTROL — suspensão ajustada 1000x/s. Consegue subir carroçaria 8 cm em décimas de segundo, em caso de uma colisão lateral iminente.

Mais de 2,6 milhões de píxeis — resolução do DIGITAL LIGHT.

MBUX — 50% mais potente. “Hey Mercedes” suporta 27 línguas.

64% maiorecrã central OLED mede 239,06 mm x 218,8 mm.

77″ — monitor correspondente à área de exposição do Head-up Display com realidade aumentada.

Banco dianteiro — até 19 motores: 8 para ajuste, 4 para massagem, 5 para ventilação, 1 para suporte lombar e 1 para mover o monitor atrás. Micro furação feita por uma nova ferramenta com 16 mil agulhas.

Sistema áudio de topo da Burmeister — 31 altifalantes e 8 exciters.

20 motores de passo (climatização 4 zonas) — controlo da temperatura e distribuição de ar.

Cerca de 250 LED — um por cada 1,6 cm de fibra ótica do sistema Active Ambience Lighting.


Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Mais artigos em Notícias