Tecnologia

Jaguar Land Rover desenvolve ecrã tátil que não precisa de ser… tocado

A Jaguar Land Rover e a Universidade de Cambridge uniram esforços. O resultado final foi um ecrã tátil com tecnologia contactless.

De olhos postos num mundo após o Covid-19 a Jaguar Land Rover e a Universidade de Cambridge uniram-se para desenvolver um ecrã tátil com tecnologia contactless (com tecnologia tátil preditiva).

O objetivo deste novo ecrã tátil? Permitir aos condutores manter a atenção na estrada e reduzir a propagação de bactérias e vírus, pois deixa de ser necessário tocar fisicamente no ecrã para o operar.

Este sistema pioneiro insere-se na estratégia “Destination Zero” da Jaguar Land Rover, cujo objetivo passa por criar modelos mais seguros e contribuir para um meio ambiente mais limpo.

VÊ TAMBÉM: Novo Land Rover Defender 110 (2020). Primeiro teste em Portugal

Como funciona?

O novo ecrã tátil contactless da Jaguar Land Rover utiliza inteligência artificial para prever as intenções do utilizador ao usar o ecrã.

Depois, um dispositivo de reconhecimento de gestos usa sensores baseados num ecrã ou em radiofrequência para conjugar a informação contextual (o perfil de utilizador, o design da interface e as condições ambientais) com os dados de outros sensores (como o dispositivo de reconhecimento dos movimentos dos olhos), tudo isto para prever as intenções do utilizador em tempo real.

VÊ TAMBÉM: Todos os preços para Portugal do novo Land Rover Defender

Segundo a Jaguar Land Rover tanto os testes em laboratório como os ensaios em estrada confirmaram que esta tecnologia permite reduzir em 50% o tempo e esforço despendidos nas interações com o ecrã tátil. Para além disto, ao evitar que se toque no ecrã permite ainda minimizar a propagação de bactérias e vírus.

A tecnologia tátil preditiva elimina a necessidade de tocar num ecrã interativo, o que reduz o risco de propagação de bactérias e vírus em diversas superfícies.

Lee Skrypchuk, Especialista Técnico em Interface Homem Máquina da Jaguar Land Rover

Outra das mais valias da tecnologia preditiva tátil faz-se sentir quando se circula em estradas com mau piso nas quais as vibrações dificultam a seleção do botão correto no ecrã tátil.

Acerca disto, o professor Simon Godsill, do departamento de engenharia da Universidade de Cambridge, afirmou: “os ecrãs táteis e interativos são muito comuns na utilização diária, mas apresentam dificuldades na utilização em movimento, a conduzir ou a selecionar música no telemóvel enquanto faz exercício”.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do Land Rover Discovery com cinco lugares?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Land Rover Discovery. Isto sim, é um verdadeiro SUV

Mais artigos em Notícias