Apresentação

Dodge dá músculo em dose tripla ao Challenger, Charger e Durango

Entretanto nos EUA, a Dodge continua a dar mais músculo aos seus modelos Challenger SRT Super Stock, Charger SRT Hellcat Redeye e Durango SRT Hellcat.

Os Dodge Challenger SRT Super Stock, Charger SRT Hellcat Redeye e Durango SRT Hellcat são os mais recentes modelos da marca norte-americana. Em contraste com o ímpeto eletrificante que vivemos na Europa, este novo trio de musculados Dodge é uma ode a uma maneira de fazer automóveis que parece a caminho da extinção.

Começando pelo Dodge Challenger SRT Super Stock, este parece uma mistura entre o Demon e o Hellcat Redeye, contando com elementos extraídos de ambos.

Assim, o motor é uma versão revista do usado pelo Hellcat Redeye, oferecendo 818 cv e 959 Nm. Já os pneus e jantes são provenientes do Demon, fazendo uso dos alargamentos das cavas das rodas. O objetivo desta versão, um pouco como o Demon, passa por dominar as drag strip, contando com uma série de assistentes eletrónicos para garantir os melhores arranques possíveis.

VÊ TAMBÉM: Adeus, Mercedes-AMG A45? Novo Audi RS3 poderá chegar aos 450 cv

O Charger SRT Hellcat Redeye…

Com o mesmo V8 com 6.2 l usado pelo Challenger SRT Hellcat Redeye, o novo Dodge Charger SRT Hellcat Redeye, de quatro portas, tem um impressionante “cartão de visita”.

Afinal de contas, falamos de uma potência máxima de 808 cv e 959 Nm, números que fazem dele o sedã mais potente do mundo e lhe permitem alcançar os 327 km/h de velocidade máxima, números dignos de superdesportivo.

VÊ TAMBÉM: Oficial. Os Audi e-tron e e-tron Sportback já têm uma versão S

Curiosamente, o título de sedã mais rápido do mundo ainda assim foge ao Charger SRT Hellcat Redeye. Tudo porque um tal de Alpina B7 atinge os… 330 km/h de velocidade máxima!

VÊ TAMBÉM: Bentley Bentayga renova-se e ganha “ares” de Continental GT

… e o Durango SRT Hellcat

Por fim, a “ofensiva de potência” da Dodge conta com um terceiro e último modelo: o Dodge Durango SRT Hellcat.

Descrito pela Dodge como “o mais potente SUV de sempre”, o inédito Dodge Durango SRT Hellcat tardou a chegar — o “primo” Grand Cherokee Trackhawk foi apresentado há três anos —, mas não deixa de impressionar, ao apresentar-se com 719 cv e 875 Nm, mais 2 cv que o “primo” Grand Cherokee Trackhawk.

O aspeto não engana e facilmente distingue-se dos outros Durango, apresentando prestações absurdas para um SUV com três filas de bancos e sete lugares: atinge os 96 km/h (60 mph) em 3,5s e os 290 km/h de velocidade máxima.

Sabes responder a esta?
Em que ano surgiu o primeiro Jeep Wrangler?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

A história do Jeep, das origens militares ao Wrangler

Mais artigos em Notícias