Combustíveis

Abasteci o depósito com o combustível errado! E agora?

Já alguma vez pensaste no que acontece se abasteceres o teu carro com o combustível errado? Neste artigo podes ficar a saber o que te espera.

Outrora mais comum (até porque os bocais de abastecimento e as mangueiras tinham o mesmo tamanho), abastecer o carro com o combustível errado não se tornou totalmente algo do passado.

É que se a menor dimensão do bocal de enchimento de um carro com motor a gasolina e a maior largura da mangueira de um carro com motor a gasóleo tornam quase impossível encher o depósito de um carro a gasolina com gasóleo, o mesmo não acontece ao contrário.

Ora, se és daquelas pessoas que trocam com frequência entre um carro a gasolina e outro a gasóleo, e tiveres o azar de abastecer com o combustível errado, sabes o que te espera?

VÊ TAMBÉM: Combustíveis vão ter novos nomes. Conhece-os para que não te enganes
Combustível errado

Neste artigo vamos tentar dissipar mitos e explicar-te todos os problemas que o teu carro pode ter caso o obrigues a uma mudança “forçada” de dieta.

Abastecer um carro Diesel com gasolina

Imagina este cenário: chegas ao posto de abastecimento com o teu carro Diesel, enganas-te e abasteceste com gasolina. Neste cenário tens duas hipóteses: ou ligaste ou não ligaste o carro.

Se te apercebeste do erro e não chegaste a ligar o carro —  aliás, ligar a ignição já é prejudicial —, apenas tens de chamar o reboque para que na oficina procedam ao esvaziamento do depósito.

Se não te apercebeste do erro e, por azar, ligaste a ignição ou colocaste o motor a trabalhar, a fatura será mais elevada. E mesmo que te tenhas apercebido do erro atempadamente e recorras ao truque de atestar o que faltava novamente com gasóleo e ligues o motor, não vai evitar problemas, sobretudo nos motores Diesel modernos.

Neste caso, o melhor que tens a fazer é desligar o motor o mais rapidamente possível e chamar a assistência em viagem.

Depois disto prepara-te para uma reparação que vai envolver a limpeza do circuito de alimentação de combustível, substituição do filtro de gasóleo e ainda para a possibilidade de tanto a bomba injetora como os injetores estarem avariados devido a esta nova e indesejável dieta.

Gasóleo num motor a gasolina

Hoje em dia, devido à dimensão do bocal de enchimento dos carros a gasolina, será mais difícil colocar gasóleo num carro a gasolina — difícil, mas não impossível.

Na eventualidade de tal acontecer e tenhas dado conta a tempo do erro, onde colocas apenas um pouco de gasóleo, temos boas notícias. Se atestares o resto do depósito com gasolina, e este fique cheio sobretudo com gasolina, o problema pode ser resolvido sem teres de visitar a oficina. A probabilidade é que, quando em funcionamento, notes um menor rendimento do motor.

Porém, se a proporção de gasóleo for superior à de gasolina no depósito, não ligues o motor. Vais ter de visitar o mecânico para que este esvazie o depósito.

Caso tenhas colocado o motor a trabalhar, sendo a maioria do combustível no depósito gasóleo, então o melhor é mesmo ter esperança de que o combustível errado não tenha passado pelo catalisador sem ter sido queimado. Se tal se confirmar prepara-te para uma reparação bem dispendiosa.

VÊ TAMBÉM: Sinais de fumo. O que significam as cores do fumo de escape?

Sabes responder a esta?
Qual foi o primeiro modelo a recorrer a um motor Diesel de injeção direta?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Fiat. A marca que «inventou» os motores Diesel modernos

Mais artigos em Autopédia