Mercado chinês

Na China, o Mercedes-Benz CLS pode ser comprado com um pequeno 1.5 Turbo

Designado Mercedes-Benz CLS 260, surge equipado com um mero 1.5 l turbo, de quatro cilindros e destina-se apenas ao mercado chinês.

Por cá, não é possível comprar um Mercedes-Benz CLS com um motor com menos de seis cilindros e 3.0 l de capacidade. No entanto na China, há uma versão com metade da cilindrada e menos dois cilindros, o CLS 260.

Esta variante recorre a um pequeno quatro cilindros turbo com apenas 1.5 l de capacidade, já conhecido do Mercedes-Benz Classe C.

Capaz de debitar 184 cv às 6100 rpm e 280 Nm entre as 3000 e as 4000 rpm, este motor surge associado a uma caixa automática de nove velocidades que envia a potência para as rodas traseiras.

VÊ TAMBÉM: O quão mais rápido é o Mercedes-AMG A 45 S em relação ao Mercedes-AMG A 35?
Mercedes-Benz CLS 260

As prestações do CLS 260

Apesar de recorrer a um motor “pequeno”, o Mercedes-Benz CLS 260 nem desilude no campo das prestações.

Os 0 aos 100 km/h cumprem-se nuns respeitáveis 8,7s e a velocidade máxima fixa-se nos “quase obrigatórios” — e até elevados para a potência declarada — 250 km/h. Já os consumos anunciados são de 7,2 l/100 km.

VÊ TAMBÉM: CLA 180 d. Testámos o “menino-bonito” da Mercedes-Benz
Mercedes-Benz CLS 260

Porquê um motor tão pequeno?

Como deves imaginar, deve-se, principalmente, à fiscalidade, e também ao consumidor chinês que valoriza menos o que está por baixo do capot do que o estatuto que um carro como o CLS pode oferecer.

Em relação à fiscalidade, na China, tal como em Portugal, a cilindrada é também taxada. Um dos escalões tem como limite precisamente os 1500 cm3 — existem outros nos 2000 cm3, 3000 cm3 e 4000 cm3.

Mesmo assim, o CLS 260 não fica muito acessível. Está disponível a partir de 576 800 yuan, o equivalente a 75 188 euros. Quando comparado com o CLS 300 por lá vendido, equipado com um 2.0 Turbo, é mais barato à volta de 8000 euros, mas o CLS 300 debita 258 cv.

Por cá, o Mercedes-Benz CLS 450 4MATIC Coupé é o mais acessível da gama em Portugal — motor de seis cilindros em linha com 3.0 l de capacidade e 367 cv —, e está disponível a partir de 90 800 euros. Parece elevado, mas quando o comparamos com os pouco mais de 100 mil euros para adquirir um CLS 350 na China (a motorização mais elevada disponível) — na mesma um 2.0 Turbo, com quatro cilindros e 299 cv — até parece ser um bom valor.


A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias. Juntos vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira da Mercedes-Benz C 300 de Station?

Mais artigos em Notícias