Lançamento

Jeep Compass foi renovado e ganhou novo 1.3 Turbo a gasolina

Com novos motores, uma maior oferta tecnológica e agora produzido na fábrica italiana de Melfi, o renovado Jeep Compass já pode ser encomendado em Portugal.

Originalmente produzido no México, o Jeep Compass renovou-se e passou agora a ser produzido em solo Europeu, mais precisamente na fábrica italiana de Melfi — onde já é produzido o Renegade.

Segundo a Jeep, esta decisão deveu-se ao crescente sucesso do modelo no “Velho Continente” e representa mais um passo na implementação do plano de investimentos da FCA de cinco mil milhões de euros em Itália.

Ainda de acordo com a Jeep, a produção do Compass em Melfi permite-lhe garantir um prazo médio de entrega dos exemplares de cerca de três semanas.

VÊ TAMBÉM: Plataforma do Giulia e Stelvio será a do novo Jeep Grand Cherokee
Jeep Compass 2020

Um novo motor, dois níveis de potência

A grande novidade do Jeep Compass surge debaixo do capot sob a forma de um novo motor a gasolina.

Esse novo motor é o Firefly de quatro cilindros, com 1.3 l e turbo — já usados no Renegade e no Fiat 500X —, e apresenta-se com dois níveis de potência: 130 cv e 270 Nm ou 150 cv e 270 Nm. Em ambos os casos, a potência é enviada apenas às rodas dianteiras.

VÊ TAMBÉM: Já sabemos quanto custam os primeiros Jeep híbridos plug-in

Na versão menos potente, essa tarefa está a cargo de uma caixa manual de seis velocidades. Já na versão de 150 cv encontramos uma caixa automática de dupla embraiagem a seco. Curiosamente, esta é a primeira vez que uma caixa automática surge associada a uma variante de tração dianteira no Compass.

De realçar ainda a adição do modo de condução “Sport” associado à caixa automática.

Segundo a Jeep, este novo motor permitiu reduzir até 27% as emissões de CO2 e os consumos em até 30% (em ciclo WLTP) quando comparado com as antigas versões a gasolina 4×4 com caixa automática.

Para além deste novo motor a gama Compass conta ainda com o já conhecido (se bem que otimizado) 1.6 Multijet (Diesel) com 120 cv, 320 Nm, tração dianteira e caixa manual.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Jeep Renegade com o 1.3 turbo a gasolina. Melhor que o 1.0 turbo?

O que mais mudou?

Para além da adição de seis novas jantes, cinco novas cores e uma cobertura do compartimento de carga redesenhada, em termos estéticos manteve-se tudo na mesma.

Assim, a outra grande novidade do renovado Compass consiste nos novos Uconnect Services que oferecem uma série de funcionalidades.

Jeep Compass

Disponíveis a partir do lançamento comercial, os novos Uconnect Services serão de série no sistema de infotainment de 7” e de 8,4”, em todos os níveis de equipamento a partir do Longitude.

VÊ TAMBÉM: Novo “baby-Jeep” a caminho. Será um rival para o Suzuki Jimny?

Quanto vai custar?

Com chegada prevista ao mercado português para junho, o renovado Jeep Compass já pode ser encomendado.

Jeep Compass

Disponível em quatro níveis de equipamento — Sport, Longitude, Limited e S — o Compass vê o seu preço arrancar nos 27 750 euros pedidos pela versão com 130 cv. Já a variante de 150 cv custa 37 150 euros.

Para mais tarde (mais precisamente o segundo semestre do ano) está prevista a chegada ao mercado da versão híbrida plug-in designada 4xe.


A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias. Juntos vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do Jeep Wrangler de cinco portas?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Jeep Wrangler Sahara testado. Tudo novo, mas ainda é um Wrangler?

Mais artigos em Notícias