Desde 60 196 euros

Testámos a Volvo V60 T8 PHEV Inscription. Foco na performance ou na poupança?

O facto de ser híbrida plug-in até deixa antever que a Volvo V60 T8 PHEV está focada na poupança. No entanto, os números apontam noutro sentido.

Com uma potência máxima combinada de 392 cv e performances capazes de envergonhar alguns “pseudo-desportivos”, a Volvo V60 T8 PHEV é algo paradoxal.

Se por um lado a tecnologia híbrida plug-in a que recorre parece indicar que o seu foco está na economia e na ecologia, por outro, as suas prestações acabam por nos levar a questionar se esta carrinha não é antes um “lobo em pele de cordeiro”.

Visualmente a Volvo V60 T8 PHEV não esconde as origens escandinavas, apresentando um visual tipicamente Volvo, menos “quadrado” do que em outras eras, mas bem estruturado e proporcionado, do qual tenho de admitir que sou fã. Imponente sem ser agressiva, discreta sem se tornar anónima, a V60 T8 PHEV é a prova da longa “escola” da Volvo no mercado das carrinhas.

VÊ TAMBÉM: 3008 Hybrid4. Já conduzimos o híbrido plug-in de 300 cv da Peugeot
Volvo V60 T8 Inscription Twin Engine AWD-18 © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

No interior da Volvo V60 T8 PHEV

No interior, a Volvo V60 T8 PHEV apresenta uma boa qualidade de montagem (quase ao nível da concorrência alemã) e materiais, não só agradáveis à vista como ao toque.

O interior da Volvo V60 tende para o minimalismo, ainda que elegante na forma, fazendo desaparecer a maioria dos comandos físicos, inclusive os da climatização que passaram (infelizmente na minha opinião) para o ecrã do sistema de infotainment.

VÊ TAMBÉM: Esqueçam os SUV. Testámos as Audi A4 Allroad e Volvo V60 Cross Country

Por falar no sistema de infotainment, este revela-se bastante completo e com um bom grafismo, se bem que a sua utilização necessite de alguma habituação.

Por fim, no que diz respeito ao espaço, a Volvo V60 T8 PHEV não desilude. É capaz de transportar com conforto quatro adultos, apesar de ter cinco lugares, mas o quinto acaba por ser desconfortável devido à altura do túnel de transmissão. Tem ainda uma versátil bagageira com 529 litros de capacidade (na Volvo não há o inconveniente de ter um “degrau” para acomodar as baterias como na Mercedes-Benz C 300 de Station).

Ao volante da Volvo V60 T8 PHEV

Como é óbvio, o grande motivo de interesse desta Volvo V60 T8 PHEV é a sua mecânica híbrida plug-in, que disponibiliza 392 cv de potência máxima combinada.

Para colocar estes números em perspetiva, reparem como evoluímos. O Ferrari Testarossa de 1984, um super-desportivo, tinha 390 cv extraídos de um nobre V12, e agora temos o mesmo número de cavalos entregues por um quatro cilindros e um motor elétrico numa familiar carrinha, que nem sequer é a versão mais potente e desportiva da gama V60.

O sistema híbrido plug-in da V60 T8 PHEV promete, assim, conciliar o melhor de dois mundos: performance e economia. Mas será que consegue fazê-lo?

VÊ TAMBÉM: Testámos os híbridos plug-in do Classe E, a gasolina e também a gasóleo
Volvo V60 T8 Inscription Twin Engine AWD © Thom V. Esveld / Razão Automóvel

Bem. Enquanto temos as baterias carregadas, a verdade é que os consumos são realmente baixos, como seria de esperar. Ao longo deste teste, consegui em modo híbrido médias entre os 2,5-3 l/100 km. No entanto, tal como acontece com outros híbridos plug-in, a gestão das baterias em modo híbrido não se revela a mais eficaz. Estas esgotam-se mais depressa do que o desejável.

VÊ TAMBÉM: Testámos o Alfa Romeo Giulia Diesel com 190 cv. Chega para os alemães?

Ora, quando isso acontece, ficamos à mercê de um motor a gasolina turbo, com 2.0 l e 303 cv e dos mais de 2000 kg desta V60. Quem se ressente são precisamente os consumos, que sobem e sobem até aos 7,5-8,0 l/100 km (misto — cidade, autoestrada e nacionais) — mesmo assim um valor que não podemos considerar exagerado, mas longe dos (muito) otimistas  2,1-2,5 l/100 km oficiais.

Por fim, no que diz respeito às prestações, a V60 T8 PHEV acaba por impressionar. Os 392 cv empurram-na com determinação e acabamos por conseguir imprimir ritmos bem mais elevados do que seria de esperar numa carrinha familiar cujo foco aparentava ser o da economia.

VÊ TAMBÉM: Ao volante dos novos híbridos plug-in da Mercedes-Benz
Volvo V60 T8 Inscription Twin Engine AWD © Thom V. Esveld / Razão Automóvel
A caixa automática de oito velocidades pauta-se, acima de tudo, pela suavidade.

Quanto ao comportamento, a Volvo V60 T8 PHEV revela-se, acima de tudo, segura e previsível. Muito estável a velocidades elevadas em autoestrada (onde também impressiona pela boa insonorização), a carrinha sueca não esconde a preferência por estradas largas e longas tiradas. Ainda assim, a direção direta e comunicativa garantem que quando chegam as curvas a Volvo não se “assusta”.

É o carro certo para mim?

Antes de te responder a esta pergunta, deixa-me tentar responder àquela que está presente no título: “Foco na performance ou na poupança?”.

Depois de ter conduzido a Volvo V60 T8 PHEV nas mais diversas circunstâncias, a percepção com que fiquei é de que a carrinha da Volvo funciona melhor como um modelo mais focado nas performances — com quase 400 cv, não me parece que poderia ser de outra forma — que, por acaso, consegue muitos bons consumos, especialmente quando há carga na bateria, do que o contrário.

VÊ TAMBÉM: BMW 330e (G20) em vídeo. Testámos o novo híbrido plug-in do Série 3

Se queremos conduzi-la de forma a mostrar o seu lado mais poupado, recorrendo mais à máquina elétrica, acabamos quase sempre desiludidos, pois as baterias esgotam-se com alguma facilidade. No final, ao a conduzirmos tirando partido das boas prestações que proporciona, quando calculamos o rácio entre os ritmos que imprimimos e os consumos que registamos, temos uma surpresa que até é agradável.

VÊ TAMBÉM: Fomos conhecer o futuro da Skoda e conduzimos o seu presente e passado
Volvo V60 T8 Inscription Twin Engine AWD © Thom V. Esveld / Razão Automóvel
A assinatura luminosa “Martelo de Thor” continua a impressionar.

Posto isto, se procuras uma carrinha que te permita deslocar depressa sem teres consumos muito elevados e, muito importante, tiveres acesso garantido a um posto de carregamento de forma regular, então sim, a Volvo V60 T8 PHEV pode muito bem ser a escolha ideal — com este nível de performance não existe nenhuma opção Diesel comparável na marca sueca .

Já se gostas de andar sempre a “conta-gotas” e valorizas mais os consumos do que as prestações, então talvez devas ter em consideração outras opções, que também se tornam mais acessíveis na sua aquisição.

Preço

unidade ensaiada

70.054

Versão base: €60.196

IUC: €205

Classificação Euro NCAP:

  • Motor
    • Arquitectura: 4 cilindros em linha
    • Capacidade: 1969 cm3
    • Posição: Dianteira transversal
    • Carregamento: Injeção direta + Turbo + Intercooler
    • Distribuição: 2 a.c.c., 4 válvulas por cilindro
    • Potência: Motor combustão: 303 cv às 6000 rpm; Motor elétrico: 88 cv às 7000 rpm; Potência máxima combinada: 392 cv
    • Binário: Motor combustão: 400 Nm entre 2200 rpm e 4800 rpm; Motor elétrico: 240 Nm às 300 rpm; Binário máximo combinado: 640 Nm
  • Transmissão
    • Tracção: Integral
    • Caixa de velocidades: Automática de oito velocidades
  • Capacidade e dimensões
    • Comprimento / Largura / Altura: 4761 mm / 2040 mm / 1433 mm
    • Distância entre os eixos: 2872 mm
    • Bagageira: 529 litros
    • Jantes / Pneus: 235/45 R18
    • Peso: 2061 kg
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 2,1 a 2,5 l/100 km
    • Emissões de CO2: 48 a 57 g/km
    • Vel. máxima: 250 km/h
    • Aceleração: 4,9s
  • Equipamento
    • Ar condicionado automático de duas zonas
    • Alavanca das mudanças em cristal
    • Volante em couro
    • Inserções decorativas Driftwood
    • Sensor de chuva
    • Painel de instrumentos digital de 12,3''
    • Estofos em couro
    • Banco do condutor ajustável eletricamente com memória
    • Apoio lombar elétrico de 4 vias
    • Espelhos retrovisores exteriores e interior anti-encandeamento
    • Portão da bagageira elétrico
    • Tomada de 12V na bagageira
    • Molduras das janelas em cromado
    • Espelhos retrovisores exteriores rebatíveis
    • Faróis de LED
    • Limitador de velocidade/Cruise Control
    • Collision Mitigation Support (à frente)
    • Lane Keep Assist
    • Definições do modo de condução
    • Hill start assist
    • 2 conexões USB
    • Bluetooth
    • Sistema de navegação
    • Volvo On Call
    • Integração de smartphone (iPhone e Android)
Extras
Pack "Business Connect" — 1230€; Pack "Light" (inclui: lava faróis e faróis LED) — 849 €; Pack "Xenium Pro" (inclui: Head up display; teto de vidro; painel de bordo com inserções em couro) — 1931 €; Pack "Versatility Pro" (inclui: fecho de segurança elétrico das portas traseiras, suporte de mercearias, encostos de cabeça traseiros rebatíveis eletricamente, porta luvas com tranca, Keyless Entry) — 984 €; Pack "Luxury seats" — 2706 €; Sensores de estacionamento — 418 €.
Avaliação
7 / 10
Bem construída, confortável e bem equipada, a Volvo V60 T8 PHEV é a escolha ideal para quem quer andar depressa, mas não quer estar constantemente a parar nas bombas de gasolina. O que não se pode pedir à carrinha sueca é que apresente sempre consumos baixos, pois apesar de ser híbrida plug-in, esta parece mais focada em oferecer performance sem complexos do que andar à procura de consumos recorde.
  • Prestações
  • Conforto
  • Qualidade de construção
  • Insonorização
  • Gestão das baterias
  • Comandos ventilação integrados no sistema de infotainment
Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Volvo 480?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lembras-te do Volvo 440? Comemora 30 anos de existência!

Mais artigos em Testes, Ensaio