Motores

Já ruge. Ouve o novo V6 híbrido da Aston Martin

Destinado a estrear-se debaixo do capot do Valhalla, o novo V6 híbrido da Aston Martin já foi posto a trabalhar. E há um vídeo a comprová-lo.

Depois de te termos falado acerca dele na semana passada, hoje trazemos-te um vídeo no qual podes ficar a saber como soa o novo V6 híbrido da Aston Martin.

Destinado a substituir o V8 da AMG na gama da marca britânica, o novo V6 híbrido da Aston Martin deverá estrear-se no Valhalla em 2022 e, ao que tudo indica, será o motor mais potente da gama Aston Martin.

Com o nome de código TM01 — numa homenagem a Tadek Marek, um famoso engenheiro da marca nos anos 50 e 60 — o novo V6 híbrido da Aston Martin está já em fase de testes e será o primeiro motor totalmente desenvolvido pela Aston Martin desde… 1968!

VÊ TAMBÉM: Aston Martin V12 Speedster. Sem para-brisas e sem capota, mas tem um V12 bi-turbo
Motor V6 Aston Martin
Aqui está ele. O novo V6 híbrido da Aston Martin.

O que já sabemos?

Apesar de a Aston Martin afirmar que o seu novo 3.0 l V6 híbrido será o propulsor mais potente da sua gama, para já, a marca britânica não revela quaisquer dados técnicos.

Assim sendo, os valores de potência e binário continuam a ser uma incógnita, com a Aston Martin a limitar-se a afirmar: “a potência e o binário serão determinados pelas características de cada modelo no qual este motor seja instalado”.

VÊ TAMBÉM: Aston Martin Vantage Roadster. A capota mais rápida do “oeste”

Ainda no campo técnico, sabemos que o novo V6 híbrido da Aston Martin assumirá um esquema tipo “Hot V” — com os turbos posicionados entre as duas bancadas de cilindros —, terá cárter seco e deverá pesar menos de 200 kg.

Investir nos nossos próprios motores é ambicioso, mas a nossa equipa mostrou-se à altura do desafio. Este motor será transversal a muitos dos nossos modelos e os primeiros sinais do que consegue fazer são promissores.

Andy Palmer, CEO da Aston Martin

De acordo com a Aston Martin, o novo propulsor já foi concebido em preparação para as futuras e mais exigentes normas anti-poluição — a denominada Euro 7 —, que deverá surgir a meio da nova década. O construtor anuncia que além das variantes híbridas, o novo TM01 V6 fará parte, mais tarde, de um sistema híbrido plug-in.

Sabes responder a esta?
Em que ano é que a Rover fechou?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

A Rover nunca produziu um 75 coupé mas houve quem o fizesse

Mais artigos em Notícias