Apresentação

Morgan Plus Four. Não parece, mas é um Morgan 100% novo

O novo Morgan Plus Four conta com um novo chassis, novo motor, um novo nome e, como seria de esperar, com o mesmo visual de sempre. Fica a conhecê-lo.

Nem o cancelamento do Salão de Genebra impediu a Morgan de revelar o seu novo modelo. Assim, depois há um ano, também em Genebra, termos conhecido o Plus Six, agora ficámos a conhecer o novo Morgan Plus Four que parece em tudo idêntico ao seu… antecessor.

Mas vamos por partes. Apesar das semelhanças estéticas, há muitas diferenças a separar os dois modelos, com a Morgan a afirmar que 97% dos componentes usados pelo Plus Four são novos.

Afinal o que mudou?

Para começar, a alteração mais notória foi no nome que passou de “Plus 4” para “Plus Four”, adotando uma nomenclatura já usada pelo seu “irmão mais velho”, o Morgan Plus Six.

ESPECIAL: Salão de Genebra 2020 CANCELADO mas… as novidades continuam aqui!

No entanto, as maiores mudanças surgem mesmo debaixo da carroçaria de aspeto clássico. Desenvolvido lado a lado com o Plus Six ao longo dos últimos quatro anos, o Morgan Plus Four partilha com este a plataforma CX-Generation composta por alumínio e… (ainda) partes em madeira.

Morgan Plus Four

Face ao seu “irmão mais velho”, o Morgan Plus Four é mais estreito (104 mm na zona central da carroçaria e 78 mm no geral).

De resto, aliado ao seu tradicional visual clássico, onde se destacam as jantes raiadas de 15”, o novo Plus Four continua a fazer do baixo peso um argumento, acusando apenas 1009 kg a seco (caixa automática), e de forma algo intrigante 1013 kg para a versão com caixa manual.

VÊ TAMBÉM: Já conduzimos o Morgan 3 Wheeler: soberbo!
Morgan Plus Four

O motor do Morgan Plus Four

Para além do novo chassis, a outra grande novidade do Morgan Plus Four é o facto de este surgir pela primeira vez equipado com um motor de quatro cilindros turbo, algo que até agora nunca tinha acontecido na centenária marca britânica.

VÊ TAMBÉM: Caterham Seven 485 R (240 cv) em vídeo. Um brinquedo para ADULTOS
Morgan Plus Four

O propulsor em causa é o 2.0 l TwinPower Turbo da BMW e desenvolve 258 cv (190 kW) e 400 Nm (350 Nm com caixa manual) e, segundo a Morgan, representa uma melhoria de 65% face ao antecessor ao nível de potência e binário.

Ao nível das transmissões, o Morgan Plus Four pode contar com uma caixa manual de seis velocidades (a primeira vez que tal acontece com esta plataforma) ou então com uma caixa automática de oito velocidades (também uma estreia na gama Plus Four).

VÊ TAMBÉM: Testámos o BMW Z4 sDrive20i. É preciso mais?

No que diz respeito às prestações, os 0 aos 100 km/h são cumpridos em 4,8s (5,2s com caixa manual) e a velocidade máxima é de 240 km/h. Já os consumos e emissões, que melhoraram 30%, ficam-se pelos 7 l/100 km (7,3 l/100 km no manual) e 159 g/km (165 g/km no manual).

Já disponível para encomenda, o Morgan Plus Four custa a partir de 62 995 libras (cerca de 72 884 euros) no Reino Unido. Para já não são conhecidos preços para Portugal nem se sabe se o modelo virá a estar disponível no nosso mercado.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Alfa Romeo 1900 M “Matta” (AR52)?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Alfa Romeo 1900 M “Matta” (AR52): o verdadeiro antecessor do Stelvio

Mais artigos em Notícias