Peso-pesado

Queres uma Tesla Cybertruck? Vais ter de tirar a carta de pesados (provavelmente)

A controversa Tesla Cybertruck continua a dar que falar. Agora, ficámos a saber que o seu peso bruto poderá trazer dificuldades adicionais a quem a queira comprar.

A Tesla Cybertruck continua a ser a revelação automóvel de 2019 que mais “ruído” gera. Não só pela sua apresentação que envolveu uma marreta e uma super esfera de aço, como pelo seu design, no mínimo controverso.

Desde então, não se parou de esmiuçar todos os aspetos da Cybertruck, e tentar descobrir mais em pormenor sobre o que esperar do futuro modelo.

O seu design é sem dúvida o que está a ser mais escrutinado, com inúmeras pessoas a avançar com propostas de redesign — incluíndo até um designer português —; mas também procura-se saber mais sobre as suas especificações, sobretudo a novidade Tri Motor, que deverá ter muito em comum com os Model S que temos visto no Nürburgring.

VÊ TAMBÉM: Ford Ranger RAPTOR Bi-Turbo. Levada ao LIMITE! (vídeo)
Tesla Cybertruck

Agora já sabemos mais um pouco. Primeiro, o que foi anunciado relativamente ao programa de lançamento sobre as várias versões da Cybertruck, esqueçam.

As pré-reservas, que ascendem a mais de 250 mil, revelaram que a preferência está a recair pelas mais possantes versões Dual Motor e Tri Motor. Resultado, o programa de lançamento foi invertido, ou seja, no final de 2021 veremos chegar primeiro as versões Dual Motor e Tri Motor, e só no final de 2022 deverá chegar a mais acessível das Cybertruck, com apenas um motor e tração traseira.

Peso-pesado

Em segundo, e de acordo com a Automotive News, a Tesla informou as entidades reguladoras do estado da Califórnia de que a sua Cybertruck será classificada como uma “medium truck”. O que é que isto significa?

Bem, primeiro, uma brevíssima explicação sobre o sistema de classificação dos “trucks” ou camiões nos Estados Unidos da América. Existem oito classes, diferenciadas pelo seu peso bruto, que vão desde os “camiões leves” (light trucks), onde se incluem as pick-up como a Ford F-150, aos “camiões pesados” (heavy trucks), que incluem os equivalentes aos nossos camiões TIR.

Tesla Cybertruck

De acordo com o documento entregue à entidade reguladora californiana, a Tesla Cybertruck será integrada na Classe 2B-3, que a coloca como uma “medium truck” ou “camião médio”. O que equivale a que o seu peso bruto (a soma da tara com a carga máxima admissível) se situe entre os 3856 kg e os 4536 kg (entre 8501 e as 10 mil libras de peso).

E se nos EUA poderá não ser um problema, na Europa significará que a Tesla Cybertruck será considerada um veículo pesado — mais de 3500 kg de peso bruto. Para os eventuais interessados na pick-up elétrica aqui em Portugal como na restante Europa, isto significa que para a poder conduzir legalmente na via pública, será preciso tirar a carta de pesados, ou de  categoria C. Um pormenor que poderá limitar o sucesso da Cybertruck na Europa.

Tesla Cybertruck

Ainda estamos a dois anos do lançamento da Cybertruck, pelo que o seu desenvolvimento ainda está a decorrer — a Tesla poderá até ter nos seus planos uma Cybertruck “euro-spec”, com peso bruto inferior, mas por enquanto, a informação que dispomos é apenas esta.

VÊ TAMBÉM: Tesla Model X. SUV que é SUV tem de ter capacidades “off road”

Jogo da Corda

Esta informação também põe novo foco sobre um dos testes vistos durante a apresentação, onde vemos um “jogo da corda” entre a Cybertruck e uma “pobre” Ford F-150. Não só esse duelo já foi facilmente desmontado e demonstrador de “nada” — basta analisar a física por detrás desse duelo em particular —, como este novo pedaço de informação diz-nos que o modelo contra a qual a Cybertruck deveria “medir forças” seria com a maior F-250.

Fonte: Automotive News.

Mais artigos em Notícias