Salão do Dubai 2019

Aspark Owl. Será este o carro com as acelerações mais rápidas do mundo?

É japonês, 100% elétrico e promete ser o carro com as acelerações mais rápidas do mundo. Eis o Aspark Owl, o mais recente hiperdesportivo elétrico.

Aos poucos, o número de hiperdesportivos elétricos vai crescendo e depois de te termos apresentado modelos como o Rimac C_TwoPininfarina Battista ou o Lotus Evija, hoje falamos-te acerca da resposta nipónica a estes modelos: o Aspark Owl.

Revelado sob a forma de protótipo no Salão de Frankfurt de 2017, o Aspark Owl foi agora revelado já na sua versão de produção no Salão do Dubai e, segundo a marca japonesa, é “o carro com a aceleração mais rápida do mundo”.

A verdade é que, caso os números revelados pela Aspark se confirmem, o Owl pode muito bem merecer tal distinção. Segundo a marca nipónica, o hiperdesportivo 100% elétrico demora uns fisicamente desconfortáveis 1,69s para ir das 0 às 60 mph (96 km/h), ou seja, cerca de 0,6s a menos que o Tesla Model S P100D. A aceleração aos 300 km/h? Uns “miseráveis” 10,6s.

Aspark Owl
Apesar de a Aspark ser japonesa, o Owl vai ser produzido em Itália, em colaboração com a Manifattura Automobili Torino.

Já no que diz respeito à velocidade máxima, o Aspark Owl é capaz de atingir os 400 km/h. Tudo isto apesar de o modelo japonês pesar (a seco) cerca de 1900 kg, um valor bem acima dos 1680 kg que pesa o Lotus Evija, o mais lightweight dos hiperdesportivos elétricos.

Aspark Owl
Face ao protótipo revelado em Frankfurt, o Owl viu alguns comandos passarem para o teto (como acontece noutros hiperdesportivos).

Os outros números do Aspark Owl

Para conseguir alcançar o nível de prestações anunciadas, a Aspark ofereceu ao Owl nada mais nada menos que quatro motores elétricos capazes de debitarem 2012 cv (1480 kW) de potência e cerca de 2000 Nm de binário.

A alimentar estes motores encontra-se uma bateria com capacidade de 64 kWh e uma potência de 1300 kW (ou seja, com menos capacidade que a do Evija, algo que a Aspark justifica com a poupança de peso). Segundo a marca japonesa esta bateria pode ser recarregada em 80 minutos num carregador de 44 kW e oferece 450 km de autonomia (NEDC).

Com uma produção limitada a apenas 50 unidades, o Aspark Owl deverá começar a ser entregue no segundo trimestre de 2020 e vai custar 2,9 milhões de euros. A título de curiosidade, a Aspark refere que o Owl é (provavelmente) o hiperdesportivo road legal mais baixo de todos, medindo apenas 99 cm de altura.

Sabes responder a esta?
Qual é a velocidade máxima do Ferrari SF90 Stradale?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Todos os números do novo SF90 Stradale, o mais potente Ferrari de sempre

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos