Salão de Tóquio 2019

É o adeus ao lendário EJ20, o quatro cilindros boxer da Subaru

O Subaru WRX STI EJ20 Final Edition é o canto do cisne para o lendário quatro cilindros boxer do construtor japonês. Já temos saudades…

Para celebrar a solene ocasião o construtor nipónico apresentou no Salão de Tóquio o Subaru WRX STi EJ20 Final Edition, uma edição especial e limitada a evocativas 555 unidades da sua berlina de alta performance.

O EJ20, o seu nome de código, deve ser o quatro cilindros boxer (cilindros opostos) mais conhecido do planeta, e será descontinuado ainda durante o presente ano fiscal — no Japão, o ano fiscal termina a 31 de março.

Para trás, ficaram 30 anos de glória, fosse na estrada ou competição — foi com o EJ20 que o Impreza conquistou os três títulos no WRC para a Subaru.

VÊ TAMBÉM: Este Subaru Impreza 22B STi está à venda. Preço condiz com exclusividade

A família de motores EJ surgiu em 1989, com o EJ20 — 20 em referência à capacidade, 2000 cm3 — a ter sido o primeiro a surgir, começando por equipar o Subaru Legacy. De toda a família de motores EJ, foi o EJ20 o mais profícuo e que mais evoluções conheceu.

Se o conhecemos sobretudo pelas versões turbo — com potências que iam de pouco mais de 200 cv chegariam até aos 300 cv —, precisamente os equiparam inúmeras versões do Impreza, também houve versões atmosféricas. Obviamente, o WRX STi EJ20 Final Edition recorre a um motor turbo.

Baseado no existente WRX STi Type S, para o transformar no EJ20 Final Edition a Subaru deu especial atenção ao motor — com tolerâncias mais apertadas —, embraiagem e volante-motor.

Por fora distingue-se pelas jantes forjadas em alumínio de cor dourada de 19″ da BBS, reminiscentes das usadas pelas máquinas de outrora da Subaru no WRC; e grelha e para-choques traseiro têm apontamentos em vermelho-cereja (a cor da STi). No interior, encontramos um volante revestido em Ultrasuede, cintos de cor prata.

Subaru WRX STI EJ20 Final Edition 2019

No que toca ao motor em si, o EJ20, nesta sua última instalação, debita saudáveis 308 cv e 422 Nm e está acoplada a uma caixa manual de seis velocidades.

VÊ TAMBÉM: Colin McRae. Nunca serás esquecido

O EJ20, atualmente, já só estava disponível no mercado japonês, pelo que, como é de esperar, o WRX STi EJ20 Final Edition também só será comercializado por lá.

Pode ser o adeus ao EJ20, mas não é o fim do boxer na Subaru. Em 2010, o construtor japonês introduziu a família de motores FB, sucessora da EJ, capaz de emissões e consumos mais reduzidos.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos