Recorde

Porsche Taycan já tem recorde no Nürburgring

Ainda não foi revelado, mas o novo Porsche Taycan, o primeiro elétrico do construtor, já detém um recorde no Nürburgring.

Pode ser o primeiro elétrico do construtor alemão, mas acima de tudo, o novo Porsche Taycan tem de ser um… Porsche. Pelo que não é de admirar as últimas provações por que tem passado, para demonstrar que não só tem a performance, como também ela mantém-se consistente em… esforços prolongados.

Começámos por vê-lo a efetuar 26 arranques seguidos até aos 200 km/h sem que as baterias “fritassem” ou revelasse perda de poder de aceleração — a diferença entre o tempo mais rápido e mais lento ficou-se em meros 0,8s.

Mais recentemente, a Porsche levou-o até ao anel de alta velocidade em Nardo, Itália (que é sua propriedade), onde percorreu 3425 km em 24 horas, a velocidades entre os 195 km/h e os 215 km/h, suportando temperaturas ambiente que chegaram aos 42 ºC e aos 54 ºC na pista.

VÊ TAMBÉM: No interior digital do Porsche Taycan ainda há espaço para a tradição
Porsche Taycan

Agora, chegou a altura de mostrar o que vale no Nürburgring, o “pátio das traseiras” da Porsche. É quase como se fosse um ritual de passagem a ida ao “inferno verde” para qualquer Porsche. Os mais de 20 km de extensão do circuito alemão são rápidos e tortuosos — um desafio para qualquer máquina, ainda mais para os elétricos como o Taycan, devido, sobretudo, à delicada questão da gestão térmica das baterias.

Qual o tempo alcançado?

O Porsche Taycan, nesta tentativa ainda como uma unidade de pré-produção, na sua variante mais possante, com mais de 600 cv, conseguiu completar os 20,6 km (ainda de acordo com a anterior forma de medir o tempo por volta no Nordschleife) em 7min42s.

Porsche Taycan

Um tempo que o coloca, de imediato, como o mais rápido veículo elétrico desportivo de quatro portas no “inferno verde” — o muito especial Jaguar XE SV Project 8, para comparação, com um V8 de 600 cv conseguiu 7min18s.

Comparando com outros elétricos, a verdade é que o novo Porsche Taycan não tem concorrência direta. O outro elétrico de produção com um recorde no Nürburgring — apesar de terem sido feitas apenas, estima-se, 16 unidades — foi o superdesportivo elétrico NIO EP9 com um tempo de 6min45,9s, mas com slicks. E o recorde absoluto para um elétrico está a cargo do protótipo de competição Volkswagen ID.R, com 6min05,3s.

Porsche Taycan

Aos comandos do Porsche Taycan esteve Lars Kern, piloto de testes, que ficou impressionado pela prestação atingida:

O Taycan é também adequado às pistas e provou-o convincentemente no circuito mais desafiante do mundo. Uma e outra vez fiquei impressionado com a estabilidade do novo desportivo nas secções de alta velocidade, como a Kesselchen, e como é neutro ao acelerar das secções mais apertadas, como Adenauer Forst.

Sabes responder a esta?
Qual o primeiro automóvel a ostentar a marca Porsche?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Porsche Type 64. Como não leiloar um automóvel

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos