Fórmula 1

GP da Bélgica. Hamilton, Verstappen ou… Vettel? Façam as vossas apostas

Na Hungria, vimos Lewis Hamilton a regressar aos triunfos. A repetir no GP da Bélgica, no lendário circuito de Spa-Francorchamps, ou haverá surpresas?

Após uma pausa para férias, o Grande Circo está de volta e não o poderia fazer de melhor forma, com o próximo evento a realizar-se no lendário circuito de Spa-Francorchamps, em mais uma edição do GP da Bélgica.

Um circuito cheio de história, com as suas origens a remontarem a 1921, e apesar de hoje em dia ter apenas metade do comprimento do original, o circuito de Spa-Francorchamps é o mais longo de todo o campeonato de Fórmula 1, com 7,004 km de extensão.

Tem uma curva mítica, Eau Rouge, é um circuito rápido, mas tem um gancho no final da reta da meta e até… uma paragem de autocarro, e foi palco para manobras como esta, uma das melhores ultrapassagens de sempre na história da Fórmula 1, de Mika Hakkinen a Michael Schumacher no ano 2000:

A NÃO PERDER: 6 horas do Estoril. A derradeira prova do Troféu C1

O que esperar?

Haverá momentos como este no próximo GP da Bélgica? Esperemos bem que sim…

Lewis Hamilton lidera o campeonato com uma confortável vantagem de 62 pontos sobre o seu colega de equipa Valtteri Botas. A Red Bull, e especialmente Max Verstappen, têm conseguido roubar protagonismo à Mercedes, e a Ferrari parece ter o ritmo, mas ainda procura a sua primeira vitória este ano.

Aliás, convém notar que a última vitória de Sebastian Vettel foi precisamente em Spa-Francorchamps, o ano passado — já é altura de regressar ao lugar mais alto do pódio.

O GP da Bélgica costuma ser um poço de surpresas devido à natureza instável das condições metereológicas que se costumam abater sobre Spa-Francorchamps — existe probabilidade de chuva para domingo à tarde. Caso a chuva decida surgir mais cedo, apesar dos três candidatos mais prováveis à vitória serem Hamilton, Verstappen e Vettel, tudo pode acontecer…

A grande notícia no regresso da Fórmula 1 é, no entanto, a despromoção de Pierre Gasly da Red Bull para a Toro Rosso, com o seu lugar a ser tomado por Alexander Albon, que terá de procurar adaptar-se depressa, e não ficar muito longe de Verstappen, para ver se garante um lugar permanente para a próxima temporada.

O GP da Bélgica tem começo marcado para as 14h05 (hora de Portugal continental) de domingo, 1 de setembro, sendo que a qualificação está agendada para as 14h00 (hora de Portugal continental) este sábado, 31 de agosto.

Mais artigos em Notícias