Superdesportivo

Regera é o quarto Koenigsegg comprado por piloto… portuguesa!

A vasta coleção de modelos exclusivos da piloto portuguesa Carina Lima acabou de aumentar. O seu mais recente membro é este Koenigsegg Regera.

Presença assídua nas redes sociais, a piloto portuguesa Carina Lima juntou mais um carro à sua vasta coleção. O modelo em questão é um Koenigsegg Regera e a compra foi anunciada na página de Instagram koenigsegg.registry que se dedica a “documentar” meticulosamente os modelos da marca sueca que andam pelo mundo.

Com uma produção limitada a apenas 80 exemplares, um preço base de 2 milhões de euros, um V8 biturbo, três motores elétricos e 1500 cv de potência, o Regera é o quarto Koenigsegg comprado pela piloto portuguesa, sendo que destes apenas três continuam a integrar a sua coleção.

Assim, o Regera junta-se a um Koenigsegg One:1 (o primeiro exemplar produzido foi comprado por Carina Lima) e a um Agera RS. O seu quarto Koenigsegg, entretanto vendido, era um Agera R, mais precisamente o último a ser produzido.

VÊ TAMBÉM: Rebaixou o carro. Danificou-o nas lombas. Mandou a conta ao município

Quem é Carina Lima?

Se não estás familiarizado com a piloto de que te falamos hoje, deixa-nos apresentar-ta. Nascida em Angola em 1979, Carina Lima só em 2012 é que entrou no mundo da competição automóvel.

A primeira competição em que Carina Lima entrou foi o Campeonato Português GT Cup em 2012, no qual competiu aos comandos de um Ferrari F430 Challenge terminando em 3º lugar. Já o ponto alto da sua carreira foi a conquista em 2015 do troféu monomarca Lamborghini Super Trofeo Europe na categoria AM.

No total Carina Lima alinhou, até hoje, em 16 corridas, tendo obtido quatro pódios sendo que as últimas provas disputadas pela piloto portuguesa remontam a 2016, ano no qual alinhou na Super GT Cup do Campeonato Italiano Gran Turismo.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Lamborghini Reventón?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

6 Lamborghini especiais, porque os outros são demasiado “banais”

Mais artigos em Notícias