Inspiração

Este Koenigsegg Regera foi inspirado no Mazda MX-5 NA

O que têm em comum o pequeno roadster da Mazda e o superdesportivo da Koenigsegg? Christian von Koenigsegg dá a resposta.

Como é que um funcionário da Koenigsegg configuraria o seu próprio Regera? Ao longo dos últimos meses, a Koenigsegg foi publicando nas suas redes sociais vários Regera configurados por elementos da própria equipa que participou no desenvolvimento do superdesportivo, desde o chefe de design ao responsável pelos componentes elétricos.

Acabamento em púrpura para a carroçaria, jantes douradas, maxilas de travão a vermelho, kit aerodinâmico, costuras dos bancos em padrão diamante e muita fibra de carbono. Como podes ver na galeria em baixo, há versões para todos os gostos – infelizmente, não para todas as carteiras.

VEJAM TAMBÉM: Christian von Koenigsegg: “sei sempre onde estão todos os Koenigsegg”

Entre estes há um modelo muito especial, personalizado pelo próprio Christian von Koenigsegg, CEO e fundador da marca sueca. Para o último modelo da Employee Regera Series, Christian  optou por tons azulados para a carroçaria com faixas douradas, a mesma cor das jantes, uma combinação de cores semelhante à da bandeira sueca.

Já o interior deste Regera personalizado conta uma história curiosa. Em 1992, dois anos antes de formar a Koenigsegg Automotive, Christian e a sua namorada (atual mulher e diretora de operações da marca) compraram em conjunto um Mazda MX-5 NA, com os interiores em pele de tons acastanhados.

Em homenagem ao seu primeiro Miata, e por se tratar de uma “empresa familiar” — nos primeiros anos, o próprio pai de Christian chegou a trabalhar na Koenigsegg —, Christian optou por escolher o mesmo esquema de cores para o interior do seu Regera.

Um superdesportivo no verdadeiro sentido da palavra

Equipado com um motor V8 bi-turbo de 5.0 litros, o Koenigsegg Regera conta com a preciosa ajuda de três motores elétricos, para debitar um total de 1500 cv de potência e 2000 Nm de binário. As prestações são, naturalmente, estonteantes: o sprint dos 0 aos 100 km/h cumpre-se nuns escassos 2,8 segundos, dos 0 aos 200 km/h em 6,6 segundos e dos 0 aos 400 km/h em 20 segundos. Já as recuperações dos 150 km/h aos 250 km/h demoram apenas 3,9 segundos!

Mais artigos em Notícias