Confirmado

É oficial. O Honda “e” vai ter espelhos retrovisores digitais

Depois de terem surgido nos protótipos, confirma-se a chegada à versão de produção. O Honda e vai mesmo contar apenas com espelhos retrovisores digitais.

Apesar de ainda não ter revelado a versão final de produção, aos poucos, a Honda tem vindo a divulgar mais alguns pormenores acerca do seu primeiro modelo 100% elétrico a baterias. Primeiro, revelou o nome (simplesmente “e”) e agora veio confirmar que este vai contar com a tecnologia de retrovisores digitais de… série!

Inicialmente disponíveis nos protótipos Urban EVE Prototype, os retrovisores digitais foram agora confirmados no Honda e, sendo que com a chegada destes à versão de produção a Honda torna-se na primeira marca a oferecer esta solução no segmento dos compactos.

Mais curioso é o facto de a marca nipónica não prever outro tipo de solução (por exemplo, no Audi e-tron os retrovisores digitais são apenas opcionais e no Lexus ES só estão disponíveis no Japão), afirmando que a solução escolhida oferece benefícios ao nível do design, segurança e aerodinâmica.

VÊ TAMBÉM: Honda CR-V Hybrid. Ao volante do híbrido que parece um elétrico… a gasolina. Confusos?
Honda e
De acordo com a Honda, as caixas das câmaras são moldadas para evitar gotas de água na lente.

Como funcionam?

O funcionamento dos retrovisores digitais é muito simples. As duas câmaras colocadas na lateral da carroçaria (e inseridas na largura do automóvel e não se estendendo além
dos arcos das rodas) captam as imagens projetando-as em dois ecrãs de 6″ colocados no interior do Honda e.

Segundo a Honda, este sistema reduz o atrito aerodinâmico em cerca de 90% em comparação com os espelhos retrovisores convencionais. O condutor vai poder escolher dois tipos de “visão”: ampla e normal. No modo de “visão ampla” o ângulo morto é reduzido em 50%, enquanto no modo de “visão normal” a redução fica-se pelos 10%.

2019 Honda E Prototype
Apesar de ainda ser só um protótipo, o E Prototype revelado em Genebra deixa antecipar as linhas do futuro Honda e.

Segundo a Honda, o sistema vai ainda permitir ajustar os níveis de brilho dos displays internos automaticamente com base nas condições de luz predominantes. Com uma autonomia superior a 200 km e a possibilidade de carregar a bateria até 80% em apenas 30 minutos, o Honda “e” tem apresentação da versão de produção marcada ainda para este ano.

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Honda HR-V Sport?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Ao volante do Honda HR-V Sport. Queimar os últimos cartuchos

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos