Vídeo

Saxo Cup, Punto GT, Polo 16V e 106 GTi testados por (um jovem) Jeremy Clarkson

O Saxo Cup, Punto GT, Polo 16V e 106 GTi são alguns dos heróis dos anos 90. Qual a opinião de Jeremy Clarkson na altura acerca destes quatro hot hatch?

Apesar de as memórias mais recentes que muitos de nós têm do Top Gear serem de ver “três homens de meia idade” (como eles próprios se descrevem) a testar hiperdesportivos numa pista ou a enfrentar um qualquer desafio “louco”, tempos houve em que o famoso programa da BBC assemelhava-se mais a um programa sobre… automóveis.

Prova disso são uma série de vídeos disponíveis no YouTube muitas vezes identificados como “Old Top Gear”. Entre os vários testes às mais sensatas (e também aborrecidas) propostas familiares que encheram as estradas na década de 90 houve um que nos saltou à vista.

“E porquê que esse vídeo vos captou a atenção?”, perguntas tu enquanto lês estas linhas. Simplesmente porque os seus protagonistas são quatro “heróis” da década de 90, quatro hot hatch, mais precisamente o Citroën Saxo Cup (VTS no Reino Unido), Peugeot 106 GTi, Fiat Punto GT e Volkswagen Polo 16V. 

VÊ TAMBÉM: O melhor da escola francesa e o primeiro Diesel com tiques de desportivo
Fiat Punto GT
O Punto GT contava com 133 cv, um valor de respeito para os anos 90.

Os quatro magníficos

Fruto de uma era em que o ESP não passava de uma miragem nos pequenos desportivos e o ABS era um luxo, tanto o Citroën Saxo Cup como o “primo” Peugeot 106 GTi, o Fiat Punto GT e o Volkswagen Polo 16V para serem conduzidos no limite exigiam algo que não se vende através de uma app ou em saquetas na farmácia: um kit de unhas.

Mas vamos a números. Dos quatro, o Punto GT era o que apresentava valores mais “imponentes”. Afinal de contas, o utilitário da Fiat (então ainda na primeira geração) contava com o mesmo 1.4 Turbo do Uno Turbo i.e. debitando 133 cv que lhe permitiam cumprir os 0 aos 100 km/h em apenas 7,9s e atingir os 200 km/h.

Já a dupla francesa apresenta-se como um “dois em um”, com o 106 GTi e o Saxo Cup a partilharem desde o motor até à carroçaria (com as devidas diferenças, é claro). Em termos mecânicos, contavam com um 1.6 l atmosférico capaz de oferecer 120 cv e de os impulsionar até aos 100 km/h em 8,7s e 7,7s, respetivamente, e até aos 205 km/h.

VÊ TAMBÉM: Lembras-te deste? Citroën AX GTI: The ultimate driving School
Volkswagen Polo 16V
Para além da versão de 16V o Polo contava ainda com a versão GTi que oferecia já 120 cv.

Por fim, o Polo GTi surgia neste comparativo como o menos potente do grupo apresentando-se com “apenas” 100 cv extraídos de um motor 1.6 l de 16V (houve ainda o GTi com 120 cv, lançado mais tarde).

Quanto ao veredito dado por Jeremy Clarkson acerca destes quatro hot hatch, deixamos-te aqui o vídeo para que possas descobrir e apreciar estes pequenos desportivos.

Sabes responder a esta?
Qual era a cilindrada do Volkswagen Polo G40?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lembras-te deste? Volkswagen Polo G40, o terrífico

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos