Leilão

Alpina B7 Turbo/1. Já foi a berlina mais rápida do mundo e agora vai a leilão

O Alpina B7 Turbo/1 já foi a berlina de quatro portas mais rápida do mundo. Vai agora a leilão, já no próximo dia 11 de abril, em Essen, Alemanha.

O próximo leilão da RM Sotheby’s está a revelar-se como uma excelente e até variada concentração de máquinas clássicas e pré-clássicas. Já por aqui passaram as versões de estrada de todos os Lancia que vingaram nos ralis, até uma excentricidade gaulesa, um Renault Supercinco… descapotável.

Agora, para algo completamente diferente, uma máquina do país anfitrião do leilão, o Alpina B7 Turbo/1.

Baseado no BMW Série 5 E28 — a geração que viu nascer o primeiro M5 —, o B7 Turbo /1 recorria a uma evolução do bloco M30 da BMW, um seis cilindros em linha com 3,5 l de capacidade.

VÊ TAMBÉM: O Alpina B10 BiTurbo foi o quatro portas mais rápido do mundo… em 1991

No Alpina, o bloco receberia a denominação B7/1, diferenciando-se por uma nova cabeça e coletores de escape, e pelo recurso a novos pistões mais ligeiros da Mahle, Obviamente, a denominação Turbo deixa antever a principal alteração, a adição de um turbocompressor KKK K27.

Resultado, o B7 Turbo/1 sofreu um aumento expressivo de potência para os 320 cv e uma explosão no valor máximo de binário para 520 Nm — valores que se superiorizavam ao do primeiro e contemporâneo M5 (286 cv e 340 Nm).

Graças a estes números, o Alpina B7 Turbo/1 seria, entre 1984 e 1987, a berlina de quatro portas mais rápida do mundo, graças a uma velocidade máxima de 266 km/h.

#196

A unidade que vai a leilão do B7 Turbo/1 é do ano 1986, a número 196 entre 278 unidades produzidas. Destaca-se pela sua pintura preta metalizada e as jantes típicas da Alpina, com interior também em preto, onde podemos encontrar elementos exclusivos da Alpina, como manípulo da caixa em madeira, volante e bancos desportivos e um painel de instrumentos específico.

Não se conhece muito bem o historial desta máquina, mas o seu dono atual adquiriu-o em 2017, exportando-o do Japão para a Suíça.

A RM Sotheby’s estima que seja arrematado por um valor entre 75 mil euros e 100 mil euros.

O leilão da RM Sotheby’s em Essen, na Alemanha, realiza-se nos dias 11 e 12 de abril.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos