Leilão

Não há um, nem dois, mas três Lotus Omega à venda neste leilão!

Encontrar um Lotus Omega à venda é quase tão raro como um raio cair duas vezes no mesmo sítio, mas neste leilão há um, dois… três deles para venda.

A década de 90 do século passado está repleta de grandes carros. Entre estes, há alguns que se destacam mais que outros, como o Lotus Omega. Desenvolvido com base no pacato Opel Omega (ou Vauxhall Carlton em Inglaterra), o Omega da Lotus era um autêntico “caçador” de BMW M5.

Senão vejamos, debaixo do capot surgia um seis cilindros em linha de 3.6 l bi-turbo, capaz de debitar 382 cv e 568 Nm de binário ao qual estava associada uma caixa manual de seis velocidades. Tudo isto permitia ao Lotus Omega cumprir os 0 aos 100 km/h em 4,9s e atingir os 283 km/h de velocidade máxima.

Ao todo, foram apenas produzidas 950 unidades desta super-berlina o que ajudou a torná-la um dos unicórnios automóveis dos anos 90. Face a esta raridade, o aparecimento de três unidades para venda no mesmo leilão é quase tão raro como ver um eclipse solar.

VÊ TAMBÉM: Estes são os 5 Porsche mais caros de sempre

No entanto, é exatamente isso que vai acontecer no próximo fim de semana no leilão Race Retro da Silverstone Auctions.

Lotus Carlton

Dois Lotus Carlton e um Lotus Omega

Entre os três exemplares daquela que chegou a ser a “berlina mais rápida do mundo”, dois correspondem à versão inglesa (o Lotus Carlton de volante à direita), sendo o terceiro exemplar o modelo destinado ao resto da Europa, o Lotus Omega, derivado do modelo da Opel e com o volante “no sítio certo”.

O Lotus Omega data de 1991 é o mais antigo dos três, sendo um de 415 produzidos para o mercado alemão. Originalmente comprado na Alemanha, este exemplar foi importado para o Reino Unido em 2017 e conta com 64 000 km percorridos. Quanto ao preço, esse está entre as 35 mil e as 40 mil libras (entre 40 mil e 45 mil euros).

O primeiro representante birtânico é um Lotus Carlton de 1992 e percorreu apenas 41 960 milhas (cerca de 67 500 km) nos seus 27 anos de vida. Nesse período de tempo teve três donos e, com exceção de uma panela de escape em aço inox, está completamente original, com a leiloeira a contar vendê-lo por um valor entre as 65 mil e as 75 mil libras (entre 74 mil e 86 mil euros).

Por fim, o Lotus Carlton de 1993, apesar de ser o mais recente, é também o que mais quilómetros percorreu, contando com 99 mil milhas (cerca de 160 000 km). Apesar de ainda se encontrar em bom estado, a quilometragem mais elevada torna-o no modelo mais acessível do trio, com a leiloeira a apontar para um valor entre as 28 mil e as 32 mil libras (entre 32 mil e 37 mil euros).

VÊ TAMBÉM: Confirma-se. Portugal é dos países onde é mais caro ter carro

Sabes responder a esta?
Qual era a potência do Opel Calibra Turbo?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lembras-te deste? Opel Calibra, esculpido pelo vento

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos