Apresentação

“Vingança” Diesel? Audi SQ5 TDI revelado com sistema mild-hybrid

A quebra nas vendas dos Diesel não "assustou" a Audi e a prova disso mesmo é o SQ5 TDI. Com estreia marcada para Genebra, adiciona um sistema mild-hybrid ao seu arsenal.

As vendas de automóveis com motor Diesel na Europa continuam a estar em queda, no entanto, a Audi ainda não desistiu deste tipo de motorização. A prová-lo está o Audi SQ5 TDI, modelo que a marca dos quatro anéis vai levar até ao Salão de Genebra.

Tal como acontecia com a primeira geração, debaixo do capot do SQ5 TDI encontramos um motor 3.0 V6. No entanto, ao contrário do que acontecia com a primeira geração, este motor surge agora associado a um a um sistema mild-hybrid herdado do SQ7 TDI, cortesia de um sistema elétrico paralelo de 48 V.

O sistema mild-hybrid do SQ5 TDI permite assim o recurso a um compressor elétrico — deixa de estar ligado à cambota do motor de combustão. Este compressor é acionado por um motor elétrico de 7 kW (alimentado pelo sistema elétrico de 48 V) e tem como objetivo reduzir o lag do turbo, sendo capaz de produzir uma pressão de 1.4 bar.

VÊ TAMBÉM: A pergunta que ninguém fez a Eugenio Amos, o criador do Lancia Delta Futurista
Audi SQ5 TDI

Os números do Audi SQ5 TDI

O V6 ao qual o SQ5 TDI recorre debita um total de 347 cv e uns impressionantes 700 Nm de binário. A este motor surge associada a caixa automática Tiptronic de oito velocidades que transmite os 347 cv de potência às quatro rodas através do sistema quattro.

Em termos de performances, o SQ5 TDI é capaz de cumprir os 0 aos 100 km/h em apenas 5,1s, alcançando os 250 km/h de velocidade máxima (limitada eletronicamente). Também graças ao sistema mild-hybrid, a Audi anuncia consumos entre os 6,6 e os 6,8 l/100 km e emissões de CO2 entre as 172 e as 177 g/km (NEDC2).

VÊ TAMBÉM: Esta tecnologia de precisão da Bosch tem contributo português

Esteticamente, as diferenças entre o SQ5 TDI e os restantes Q5 são discretas, destacando-se as jantes de 20” (podem ser de 21” em opção), os pára-choques específicos, a grelha e o difusor traseiro. Já no interior, encontramos bancos em Alcantara e pele, um volante forrado a pele e vários detalhes em alumínio.

VÊ TAMBÉM Testámos o DS 7 Crossback 1.6 PureTech 225 cv: vale a pena ser chique?

Com chegada prevista para o verão, quando chegar ao mercado o SQ5 TDI vai ser, provavelmente, a única versão desportiva do Q5 disponível (o SQ5 a gasolina viu as vendas suspensas no ano passado, ainda não se sabendo quando ou se regressará). Para já ainda não são conhecidos os preços do SUV alemão para Portugal.

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Sabes responder a esta?
Qual é a cilindrada do Audi TT RS?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Audi TT RS renovado mantém o cinco cilindros e os 400 cv

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos