Antevisão

Toyota Supra GRMN pode vir a ser uma realidade

Depois do Yaris GRMN, a Toyota prepara versão de idênticos propósitos, mas desta vez, do futuro desportivo de Aichi: o Toyota Supra GRMN.

Numa altura em que é já conhecida a intenção do fabricante nipónico de desenvolver uma nova família de desportivos, iniciada com o novo Yaris GRMN, o engenheiro-chefe da Toyota, Tetsuya Tada, acaba de revelar mais um pouco dos planos do construtor, para o futuro.

Em declarações à Motoring Research, Tetsuya Tada, com quem a Razão Automóvel teve, de resto, já oportunidade de falar no último Salão de Genebra, revela que a Toyota está já a preparar uma versão GRMN do seu futuro desportivo, Supra.

Embora a versão regular do modelo que a marca nipónica desenvolveu com o contributo da BMW, só esteja previsto chegar ao mercado em 2019, Tada admite desde já que gostaria de ver algo como uma versão GRMN deste carro. Aliás, “estamo-nos a preparar para isso”.

Toyota GR Supra Racing Concept
Toyota GR Supra Racing Concept

O engenheiro-chefe da Toyota também assume que a próxima geração Supra partilhará o motor seis cilindros em linha e a transmissão, com a próxima geração BMW Z4. Embora garanta desde já que os dois carros terão formas de estar e conduzir, diferentes.

Cada fabricante começou por definir aquilo que pretende e desenvolveu o seu carro segundo essa linha orientadora. Como tal, BMW Z4 e Toyota Supra têm uma suspensão totalmente diferente entre si, o mesmo acontecendo com a calibração do software

Tetsuya Tada, engenheiro-chefe da Toyota

Além de desportivo, o futuro Toyota Supra promete ser, igualmente, um exemplo de tecnologia de vanguarda, a começar pela aplicação que permite aos proprietários comparar o tempo que fazem num determinado circuito, com o tempo que o recente vencedor de Le Mans, Fernando Alonso, faria nesse mesmo traçado. Basicamente, uma espécie de corrida contra um adversário virtual, num circuito real.

RELACIONADO: Toyota Supra. Conhece como era, para imaginares como será

Ainda no interior, um painel de instrumentos totalmente digital, Head-Up Display, sistemas de ajuda à condução e navegação, deverão fazer igualmente parte do equipamento de série. E que deverá incluir ainda uma versão adaptada do conhecido sistema iDrive da BMW.

De referir ainda que as informações mais recentes apontam no sentido de que a versão de topo do Toyota Supra venha a contar com um seis cilindros em linha 3.0 l de origem BMW, a debitar 340 cv e 500 Nm de binário máximo. Valores que deverão permitir-lhe acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 4,5s, graças também a um peso de tão-só 1497 kg.

Gazoo Racing ganha importância

A par das novidades relacionadas com o futuro Toyota Supra, Tetsuya Tada revelou ainda que a marca Gazoo Racing ganhará maior preponderância, no futuro, e, nomeadamente, através da participação no desenvolvimento de versões GR e GR Sports dos modelos da Toyota — as quais, ao contrário das variantes GRMN, apostarão principalmente no aspeto desportivo, ao invés de na real melhoria das performances.

A par destas versões, a Gazoo Racing também desenvolverá modelos próprios, como o superdesportivo recentemente apresentado: GR Super Sport.

“Vamos investigar que carros introduzir no futuro, mas as mais recentes tendências mostram a direção que pretendemos tomar”, conclui o engenheiro-chefe da Toyota.

Enquanto o Supra GRMN não chega, conheçam o primeiro GRMN a chegar à Europa — e já com produção toda vendida. O Toyota Yaris GRMN impressionou-nos:

Sabes responder a esta?
Como se chama a plataforma que serve de base ao futuro BMW Série 8?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Novo BMW Série 8. O mais desportivo dos GT?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos