Salão de Genebra 2018

McLaren Senna espanta em Genebra sob o signo do 800

Superdesportivo que visa homenagear Ayrton Senna, que conquistou todos os seus títulos ao volante de um McLaren, o McLaren Senna apresentou-se em Genebra, com um cartão de visita exibindo um só número: 800.

É o mais recente produto das Ultimate Series, mais rápido ainda que o famoso McLaren P1, mas que pode ser conduzido nas estradas do dia-a-dia, o McLaren Senna deu-se a conhecer no primeiro grande salão de 2018 em solo europeu, enquanto nova referência em performance da marca de Woking.

É a primeira vez que o vemos, mas todas as 500 unidades a produzir já têm dono destinado, apesar dos 855 mil euros que custam. O outro número que sobressai neste impressionante superdesportivo: 800. Número que corresponde ao valor de potência, binário e downforce que consegue gerar.

Tendo por base o mesmo V8 4.0 litros biturbo presente no 720 S, a verdade é que, no McLaren Senna, este bloco surge com potência aumentada para os 800 cv, o mesmo acontecendo com o binário. Números que o tornam o motor de combustão mais potente de sempre da marca britânica, já que o P1, com 900 cv, contava com a ajuda de motores elétricos.

McLaren Senna 2018

McLaren Senna: dos 0 aos 100 km/h em 2,8s!

Indubitavelmente o mais potente, o McLaren Senna é também um dos modelos mais leves de sempre do construtor, pesando apenas 1198 kg (a seco). Muita potência e baixo peso faz com que o superdesportivo de Woking consiga acelerar dos 0 aos 100 km/h em não mais que 2,8 segundos, ir dos 0 aos 200 km/h em 6,8s, e atingir os 300 km/h em 17,5 segundos — simplesmente, impressionante!…

A velocidade máxima atinge os 340 km/h e a capacidade de travagem é posta em evidência, com o McLaren Senna a anunciar uma capacidade de imobilização, dos 200 km/h aos zero, em apenas 100 metros!

McLaren Senna Genebra 2018
RELACIONADO: McLaren Senna. Todos os números do novo devorador de circuitos

Downforce de 800 kg aos 250 km/h, ajustável daí para a frente

O downforce máximo de 800 kg é atingido quando a 250 km/h, sendo que, acima dessa velocidade e graças aos elementos aerodinâmicos ativos, o superdesportivo britânico consegue eliminar o downforce excessivo e ajustar constantemente o equilíbrio aerodinâmico sobre a frente e a traseira.

McLaren Senna

McLaren Senna GTR: a novidade completa

Novidade foi a presença em Genebra de variante ainda mais extrema do Senna: o McLaren Senna GTR. Para já apenas como protótipo, mas já apontado como o sucessor do lendário McLaren F1 GTR. Com a promessa de que, quase certamente, dará origem a um modelo de produção, do qual não serão feitas mais do que 75 unidades.

Ao contrário do Senna que já conhecíamos, o Senna GTR é concebido exclusivamente para pista, diferindo da versão de estrada pelo facto de ostentar uma aerodinâmica totalmente revista e capaz de garantir um downforce de até 1000 kg!

McLaren Senna Genebra 2018

Embora não revelando dados exatos, a McLaren diz ainda que este modelo anunciará uma potência de, “pelo menos”, 836 cv, e que será “mais rápido” que o modelo que lhe está na base. Resultado não apenas do aumento de potência, mas também de uma suspensão revista, uma nova transmissão inspirada na competição e com passagens ainda mais rápidas, além de novos pneus Pirelli.

Graças a todos estes atributos, a McLaren prevê que o Senna GTR venha a ser o seu mais rápido modelo de sempre, em termos de tempos por volta. Isto, claro está, não contabilizando os monolugares de F1!

McLaren Senna GTR Concept

Preços? Também já há, com o fabricante a apontar, desde já, para um valor na ordem do milhão de libras, ou seja, pouco mais de 1,1 milhões de euroso melhor mesmo é começares a poupar!…

 

A NÃO PERDER: Todas as novidades do Salão de Genebra 2018 de A a Z

Subscreve o nosso canal de YouTube, e acompanha os vídeos com as novidades, e o melhor do Salão de Genebra 2018.

Sabes responder a esta?
Qual é a aceleração dos 0 aos 100 km/h do Mercedes-AMG GT Coupé 4 portas 63 S 4MATIC?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos