Ao volante de todas as gerações

Qual é o melhor Mazda MX-5? Testámos todas as gerações

Mazda MX-5. Geração NA, NB, NC ou ND? Qual é a melhor de sempre, afinal? Voltámos ao Kartódromo de Palmela para o derradeiro tira teimas. E não te esqueças, subscreve o nosso canal e acompanha-nos também no YouTube!

Em Kartódromo Internacional de Palmela

Mais um vídeo no YouTube da Razão AutomóvelTodas as desculpas são boas quando a ideia é passar um dia inteiro no Kartódromo de Palmela a conduzir desportivos de tração traseira. E qual foi a desculpa? Responder à seguinte questão:

De todas as gerações, qual é o melhor Mazda MX-5?

Chegámos à conclusão que nem sempre a proposta mais recente é a mais interessante. E podemos aplicar o mesmo principio ao motor… nem sempre o mais potente é o que oferece o melhor compromisso.

Final do dia e considerações finais.

Este vídeo foi apenas o nosso primeiro encontro com clássicos — subscreve o nosso Canal de YouTube e não percas os próximos. Se já viste o trailer da primeira temporada sabes do que estamos a falar…

Mais moderno, logo melhor?

Como tiveste oportunidade de ver, no nosso entender a geração NC — apesar de todas as qualidades — afastou-se perigosamente da génese do Mazda MX-5. Dito isto, a geração NB parece-nos conseguir um melhor compromisso num confronto direto, onde naturalmente — caso estejas interessado numa unidade usada —  o preço será um fator determinante.

O Filipe Abreu em ação.

Face ao Mazda MX-5 NA, o MX-5 NB é melhor em praticamente tudo — é mais potente, mais previsível, igualmente divertido e menos limitado numa utilização diária. Há quem coloque o NA num pedestal (que até é merecido) mas como o Guilherme Costa escreveu anteriormente:

Correndo o risco de ferir a susceptibilidade dos adeptos mais ferrenhos do NA, afirmo convictamente que o NB é melhor que o NA em todos os sentidos, menos no design.
Guilherme Costa

Mais um apontamento caso queiras comprar um Mazda MX-5. Se estas a pensar comprar um Mazda MX-5 da geração NA tem atenção à corrosão da carroçaria — as primeiras unidades do Mazda MX-5 pecavam neste aspeto. Quanto à fiabilidade do motor, enfim, é um Mazda. Mas a rigorosa manutenção é fundamental… como é óbvio!

A última geração Mazda MX-5

Mais uma surpresa. A nossa preferência não recaiu sobre a motorização 2.0 SKYACTIV, mas sim sobre a mais pequena e rotativa motorização 1.5 SKYACTIV. Tem pulmão para dar e vender…

Todas as imagens por Thom V. Esveld / Razão Automóvel.

Quanto à carroçaria, entre a versão normal (capota de lona) e a RF (capota metálica), colocamos-te a seguinte questão:

Precisas mesmo da capota metálica?

Se a resposta for não — como a nossa também foi — chegamos à conclusão que para teres o melhor Mazda MX-5 de sempre na garagem, muito dificilmente terás de optar pela versão mais cara. Às vezes menos é mais…

O mesmo podemos dizer do escape desportivo (opcional) no Mazda MX-5 1.5 SKYACTIV. Um opcional que não acrescenta nada em termos de experiência, até porque, o escape original já faz um bom trabalho.

Queres ver mais algumas imagens deste dia? Percorre a galeria:

Subscreve o nosso canal de YouTube e acompanha-nos no Instagram e no Facebook.