Salão de Detroit 2018

Mercedes-Benz Classe G. O ícone regressa já em junho

Verdadeiro ícone entre os todo-o-terreno, a Mercedes-Benz acaba de revelar oficialmente o Classe G, em Detroit. Ao mercado europeu, chega em junho.

Modelo a comemorar 40 anos de existência, a quarta geração do Mercedes-Benz Classe G acaba de ser oficialmente apresentada no Salão Automóvel de Detroit, confirmando, agora através de dados divulgados pela própria marca, praticamente toda a informação já conhecida. Chega até nós já em Junho.

Mercedes-Benz Classe G 2018

Apontado como uma das novidades maiores naquele que é o primeiro grande salão de 2018, o novo Classe G, com o nome de código W464, aposta num visual apenas retocado, procurando não perder o espírito do modelo original. Algo igualmente confirmado através da manutenção do chassis de longarinas, a garantir desde logo, um crescimento nas dimensões exteriores – 53 mm no comprimento e 121 mm na largura.

Em termos estéticos, destacam-se como maiores novidades, o pára-choques dianteiro redesenhado, a contribuir para uma melhor aerodinâmica, assim como um novo capot, concebido no mesmo sentido. Com o conjunto a manter a já tradicional grelha frontal e óticas redondas, embora ambas atualizadas, além de pormenores como a linha metalizada ao longo da lateral ou o pneu sobresselente na porta traseira.

RELACIONADO: Revelado. Aqui está o novo Mercedes-Benz Classe G!

Classe G com mais espaço nos lugares traseiros

Novidades existem também no interior, onde, a par de um novo volante, novas aplicações em metal e novos acabamentos em madeira ou fibra de carbono, sobressai, principalmente, um aumento da habitabilidade. E, nomeadamente nos lugares traseiros, onde os ocupantes passam a dispor de mais 150 mm de espaço para as pernas, mais 27 mm ao nível dos ombros e mais 56 mm ao nível dos cotovelos. Números que são também garantia de maior conforto, quando acrescidos à anunciada evolução ao nível do combate ao ruído, vibrações e aspereza, assim como a equipamentos como os bancos com aquecimento, ventilação e função de massagem.

Mercedes-Benz Classe G Detroit 2018

De resto e falando de equipamento, destaque obrigatório para o facto do novo Classe G passar a ser proposto já não apenas com painel de instrumentos analógico, mas também com a solução totalmente digital, de dois ecrãs, com cerca de 12,3 polegadas (abarca cerca de um 1/3 da frontal do tablier), já conhecida de outros modelos do fabricante. A este junta-se um novo sistema de som de sete colunas ou, em opção, um ainda mais evoluído sistema Surround de 16 colunas Burmester; um conjunto de bancos dianteiros Active Multicontour ajustáveis, inclusive, nas almofadas laterais; ou ainda o package Exclusive Interior Plus, com revestimentos a pele Nappa para o tablier, portas e consola central.

Mais luxuoso, mas também mais competente

Por outro lado e embora mais luxuoso que os seus antecessores, o novo Classe G promete ser igualmente ainda mais competente no fora-de-estrada, desde logo com a presença de três diferenciais autoblocantes a 100%, assim como um novo eixo dianteiro e suspensão dianteira independente. O eixo traseiro também é novo, com a Mercedes a garantir que, entre outros atributos, ajuda a dotar o modelo de “um comportamento mais estável e robusto”.

Mercedes-Benz Classe G Detroit 2018

Igualmente a beneficiar o comportamento offroad, ângulos de ataque e de saída melhorados, para 31º e 30º, respetivamente, assim como a capacidade de passagem por rios e ribeiras, nesta nova geração possível com água até 70 cm. Isto, além de um ângulo ventral de 26º e uma distância ao solo de 241 mm, ambos melhores que na geração anterior.

RELACIONADO: Mercedes-Benz apresenta novo (e útil) assistente pessoal e virtual

Presente está ainda uma nova caixa de transferências, além de um novo sistema de modos de condução G-Mode, com as opções Comfort, Sport, Individual e Eco, a poderem alterar a resposta do acelerador, direção e suspensão. Argumentos a que é possível juntar ainda, para um melhor desempenho em estrada, uma suspensão AMG, acrescido da redução do peso em vazio, em 170 kg, fruto da utilização de materiais mais leves, como o alumínio.

Mercedes-Benz Classe G Detroit 2018

Variante 100% elétrica é hipótese

Finalmente e quanto a motorizações, confirmado está desde já que o novo Classe G será lançado com um V8 4.0 litros biturbo, a debitar qualquer coisa como 421 cv de potência e 609 Nm de binário, acoplado a caixa automática de nove velocidades e — naturalmente — a uma transmissão integral permanente. Sendo que, aquando do desvendar do SUV, o CEO da Daimler, Dieter Zetsche, afirmou, quando questionado por um convidado muito especial, o ator Arnold Schwarzenegger, sobre a possibilidade do modelo poder vir a ter uma versão 100% elétrica: “Mantenham-se atentos!”.

O novo Classe G deverá iniciar a comercialização, nos EUA, já na segunda metade de 2018, com preços ainda por anunciar, ao passo que, na Europa, e nomeadamente na Alemanha, deverá estar disponível a partir de junho, com um valor de entrada de 107.040 euros.

Mercedes-Benz Classe G Detroit 2018
Sabes responder a esta?
Qual a capacidade de produção de aço anual da Dangjin Integrated Steelworks?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

De que aço são feitos os Hyundai?
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

De que aço são feitos os Hyundai?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos