Menos de 50 mil euros

SEAT Leon ST Cupra. A pensar na família? Inventa outra…

"Querida, comprei uma SEAT Leon ST Cupra de 300 cv a pensar na família". Era aquele tipo de mentira que gostava de pregar à minha mulher e aos meus filhos. Mas não tenho nem um nem outro...

Em Lisboa, Portugal

Dois anos depois voltei a encontrar-me com a SEAT Leon ST Cupra. Foi um encontro de «velhos amigos» — podes recordar o primeiro encontro aqui. Ela ganhou mais 10 cv, tração integral e novos argumentos tecnológicos. Quanto a mim, tudo na mesma, solteiro e sem filhos — ter ofendido publicamente a minha ex-sogra é capaz de não ter ajudado. Ah! e tenho menos cabelo…

A Razão Automóvel, que foi a “razão” deste encontro, foi quem registou mais diferenças ao longo destes anos. Cresceu imenso e já figura entre os portais de automóveis mais lidos do país. Mas deixando de lado a minha calvície e as vitórias da nossa equipa, vamos lá falar da minha opinião sobre a SEAT Leon ST Cupra.

SEAT Leon ST CUPRA 300
É rápida, muito rápida.

Aquela mentira que não cola…

Vamos ser francos, ninguém compra uma carrinha com 300 cv de potência que cumpre os 0-100 km/h em apenas 4,9 segundos a pensar na família. “Querida, acho que a melhor carrinha para levar a Maria à escola é uma SEAT Leon ST… Cupra!”. Estava a correr tudo às mil maravilhas até teres mencionado a palavra Cupra.

Mas foi isso que disseste à tua mulher, não foi? Fizeste bem, eu diria a mesma coisa. Mas aqui que ninguém nos ouve, sabemos muito que isso é uma valente mentira.

Yoda cheira mentira
Apesar de agora ser júri do WCOTY, continuarei a usar memes. Posso ser rigoroso sem ser cinzento, não acham?

Mesmo no modo Confort, a suspensão adaptativa não consegue esconder totalmente os propósitos com que os engenheiros da SEAT desenvolveram este «míssil» com 587 litros de capacidade de bagageira.

É obvio que a SEAT Leon ST Cupra consegue cumprir obrigações familiares: os apoios Isofix estão lá, a capacidade da bagageira também, e a pequenada não se importa com os pneus de baixo perfil. Mas essa não é a sua natureza. Pode ser a natureza da restante gama Leon — e é mesmo — mas não é a natureza desta carrinha.

SEAT Leon ST CUPRA 300
O lugar do pai e da mãe. Não falta nada.

A sua natureza pede outros andamentos (nós também pedimos). E a menos que o infantário dos teus filhos se situe entre a «curva VIP» e a «curva do tanque» do Autódromo do Estoril — a última vez que lá passei não vi infantário nenhum, mas posso confirmar — não poderás fazer uso de todo o «poder de fogo» da SEAT Leon ST Cupra com a pequenada atrás. Uma coisa é certa… eles vão pedir! “Oh pai liga lá o modo que faz mais barulho…”. Sim, mas só se tiveres boas notas!

E nós, que temos mais de 30 anos, sabemos muito bem o que é andar de carro sem ar condicionado. Portanto a miudagem que não se queixe dos buracos, a suspensão é firme mas não é incomodativa. Meninos!

Aquilo que nós queremos

Homem ou mulher, quem procura a SEAT Leon ST Cupra procura performance. Às vezes também pode querer passear com a família, mas acima de tudo procura performance.

SEAT Leon ST CUPRA 300
Vamos passear meninos?

E performance é coisa que não falta a esta proposta da marca espanhola. Até à chegada da Mercedes-AMG E63 S 4Matic+, era a carrinha mais rápida no Nürburgring — superando inclusivamente a Audi RS4. Portanto, em termos dinâmicos a apresentação está feita. É soberba.

Face à versão de cinco portas, a Leon ST Cupra pesa mais 100 kg. A diferença seria de apenas 45 kg não fosse a presença do sistema de tração integral 4Drive — que não faz falta nenhuma, a menos que vivam numa zona de montanha. A motricidade da versão FWD já era suficiente mas pronto… dá para ganhar um segundo nos 0-100 km/h. Esta carrinha cumpre os 0-100 km/h em apenas 4,9 segundos.

SEAT Leon ST CUPRA 300
Faz sentido o ponteiro da velocidade estar junto ao indicador da gasolina.

A minha convicção sobre a necessidade do sistema 4Drive é tão grande que acho que já escrevi algures aqui na Razão Automóvel que em termos dinâmicos um SEAT Leon Cupra 300 (FWD) não fica nada a dever a um Volkswagen Golf R (AWD).

Porém, em Portugal, SEAT Leon ST Cupra só mesmo com sistema 4Drive — como veremos mais à frente isso tem consequências no preço.

SEAT Leon ST CUPRA 300
Quanto a mim, das melhores interpretações da plataforma MQB.

Voltando à avaliação dinâmica da SEAT Leon ST Cupra, a direção é muito precisa e a estabilidade e tração em curva é imperturbável — é que nem se compara com as versões «civis» da Leon ST. Seria estranho se fosse de outra forma.

Quanto a consumos, contem sempre com médias a tocar nos 9,0 l/100 km. Um exercício que vai dar-te «cabo dos nervos» porque a vontade de esmagar o acelerador é constante. Até consegui menos, mas numa condução completamente anti-natura.

SEAT Leon ST CUPRA 300
Em Portugal, podemos escolher todo o tipo de caixas, desde que seja a DSG-7.

É Cupra mas é SEAT

A SEAT tem feito um trabalho muito meritório em termos de infotainment, conectividade e sistemas de ajuda à condução — é um dos atuais «cavalos de batalha» da marca. Atualmente encontramos nos modelos da SEAT (particularmente no Ibiza e no Arona que são mais recentes) dos melhores sistemas de infotainment e conectividade que podemos pedir no segmento.

SEAT Leon ST CUPRA 300
Do modo familiar ao modo «segurem-se!».

No Leon acontece mais ou menos a mesma coisa — digo mais ou menos, porque o Golf continua a ter a upper hand no seio do grupo. Ainda assim o Leon recebeu este ano um importante reforço nos sistemas de segurança activa.

Agora temos cruise control ativo, sistema de manutenção na faixa de rodagem (muito inteligente), travão automático de emergência (com deteção de peões), reconhecimento de sinalização vertical e estacionamento automático, entre outros — a maioria destes sistemas não são de série mas custam um total de 652 euros no pack “Conforto & Condução avançada II”. Vale a pena! Acreditem.

SEAT Leon ST CUPRA 300
A qualidade dos materiais empregues nesta versão estão em bom plano.

Problemas… com esta adição de tecnologia, com mais 10 cv de potência e com o sistema de tração integral de série, o preço subiu dos 43 000 euros pedidos há dois anos para quase 50 000 euros na versão base (a nossa unidade era um pouco mais cara, ver aqui) — uma subida que se deve mais à incidência fiscal do que ao incremento do preço base. O Estado é um ladrão, estamos todos de acordo.

Preço

unidade ensaiada

50.702

Versão base: €49.216

Classificação Euro NCAP: 5

  • Motor
    • Arquitectura: 4 cil. em linha
    • Capacidade: 1984 cm3
    • Posição: Transversal dianteira
    • Carregamento: Injeção direta, turbo
    • Distribuição: 2 a.c.c., 16 válvulas
    • Potência: 300 cv entre 5500 e 6200 rpm
    • Binário: 380 Nm entre 1800 e as 5500 rpm
  • Transmissão
    • Tracção: Integral (sistema Haldex)
    • Caixa de velocidades: Caixa de 7 vel. dupla embriagem
  • Capacidade e dimensões
    • Comprimento / Largura / Altura: 4540 mm / 1816 mm / 1428 mm
    • Distância entre os eixos: 2631 mm
    • Bagageira: 587 litros
    • Jantes / Pneus: 235/35 R19
    • Peso: 1470 kg
  • Consumo e Performances
    • Consumo médio: 7,1 l/100 km
    • Emissões de CO2: 161 g/km
    • Vel. máxima: 250 km/h
    • Aceleração: 6,0 seg.
  • Equipamento
    • Spoiler traseiro e lateral na cor preto
    • Câmara Traseira
    • Suspensão específica CUPRA (-25mm)
    • Full LED traseiros (Iluminação da matricula com LED)
    • Faróis dianteiros em LED + "SEAT LED Highway Assist"
    • Travão de mão elétrico (EPB) inclui função Auto-hold
    • Climatronic 2 zonas
    • Ecrã tátil de 8" a cores + MP3/WMA + Entrada 2 Cartões SD/Leitor DVD/Aux-in + Wlan + SMS, Leitor de e-mail
    • Sensor de luzes e Chuva + função Coming & Leaving home
    Extras
    Pacote Conforto & Condução Avançado II (652 euros) e Pacote inverno (379 euros).
Avaliação
8 / 10
Apesar da lista de equipamento ser infindável, deixar como opcional alguns sistemas chave não se compreende. Em termos dinâmicos é soberba, talvez demasiado soberba, penalizando o conforto. Mas se fosse ao contrário talvez estivesse a queixar-me na mesma. No final, acho que a SEAT decidiu bem. Esta carrinha não fica a dever nada à versão de cinco portas e ainda lhe ganha em termos de espaço. Mais uma vez o motor 2.0 TSI mostrou a sua raça, mostrando que ainda tem muito sumo. Por menos de 50 000 euros é difícil (para não dizer impossível) encontrar uma carrinha com este nível de performance. Puxando pela cabeça, a Ford Focus ST tem menos 50 cv e a Skoda Octavia Break RS apesar de custar menos 5000 euros oferece menos 55 cv e «apenas» tração dianteira.
  • Disponibilidade do Motor
  • Comportamento dinâmico
  • Interior
  • Consumos
  • Versão FWD não está disponível
  • Conforto. Não há milagres
Sabes responder a esta?
O último modelo anunciado pela Tesla é um:
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Novo Tesla Roadster será o «carro mais rápido do mundo»

Mais artigos em Ensaio

Os mais vistos

Pub