Motorizações

Nova família de motores Mercedes-AMG chega em 2018

Mais potência e eficiência. A nova motorização híbrida deverá equipar (a pouco e pouco) todos os modelos da plataforma modular MRA, a começar já no próximo ano.

As notícias que dão conta de que a Mercedes-AMG está a trabalhar numa motorização híbrida não são novidade: a marca alemã tem já a caminho o seu supercarro batizado de Project One, com tecnologia proveniente da Fórmula 1 e prestações, tudo indica, avassaladoras – sabe mais aqui.

Paralelamente, a Mercedes-AMG estará agora a desenvolver uma nova família de motorizações híbridas mais acessíveis ao comum dos mortais (quer dizer, mais ou menos…), composta por um novo motor de seis cilindros em linha com 3.0 litros associado a uma unidade elétrica de 50 kW. Neste caso, a opção por uma unidade elétrica será no sentido de melhorar a performance e não tanto os consumos – o casamento entre estes dois motores poderá gerar até 500 cv de potência máxima.

Mercedes-AMG E63
A NÃO PERDER Aí está. Aston Martin DB11 agora com motor V8 da Mercedes-AMG

De acordo com os australianos da Motoring, esta nova motorização vai ser apresentada, não no Salão de Frankfurt – onde os holofotes estarão concentrados no Project One -, mas sim em Los Angeles, em novembro. A chegada aos modelos de produção deverá acontecer só no próximo ano, com o lançamento do Mercedes-AMG CLS 53 – sim, leram bem.

Adeus AMG 43… Olá AMG 53

Ao que parece, o novo bloco 3.0 litros de seis cilindros em linha (auxiliado por um motor elétrico) dará início de uma nova família de modelos AMG 53, posicionando-se entre os atuais blocos V6 e V8, que equipam as versões AMG 43 e AMG 63, respetivamente.

Mas o objetivo é ainda mais ambicioso: ainda de acordo com a Motoring, a longo prazo os novos AMG 53 deverão substituir os AMG 43 na gama Mercedes-AMG.

Recordamos que a própria Daimler anunciou há pouco mais de um mês uma nova mega-fábrica de produção de baterias de iões de lítio e em setembro vamos ficar a conhecer o novo hatchback 100% elétrico da Mercedes-Benz, assumindo-se como o modelo de entrada à gama 100% elétrica da marca.

Sabes responder a esta?
Qual é a autonomia em modo elétrico da versão híbrida do renovado Mercedes-Benz Classe S?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Senhoras e senhores… eis o novo Mercedes-Benz Classe S

Mais artigos em Notícias