Motores

Este é o coração do novo supercarro da Mercedes-AMG

A Mercedes-AMG aproveitou as 24 Horas de Nürburgring para nos dar mais algumas pistas sobre a unidade motriz do seu novo superdesportivo.

Vai ser no Salão de Frankfurt, em setembro, que a Mercedes-AMG vai apresentar o seu modelo mais rápido e mais potente de sempre, batizado de Project One. Como sabem, grande parte da base técnica é proveniente da Fórmula 1, mas foi à margem das 24 Horas de Nürburgring que a marca alemã deu a conhecer as «entranhas» do Project One.

O grande destaque vai para o bloco 1.6 litros V6 turbo em posição central traseira. Este motor deverá ser capaz de atingir as 11.000 rpm, bem abaixo das 15.000 rpm dos monolugares da Fórmula 1 mas um número avassalador tendo em conta que se trata de um carro de produção.

A cada 50.000 km o motor de combustão, desenvolvido pela própria Mercedes-AMG High Performance Powertrains, tem de ser reconstruído. Ossos do ofício…

Mas o bloco V6 não está sozinho. Este motor térmico é auxiliado por quatro unidades elétricas, duas em cada eixo. No total são esperados mais de 1.000 cv de potência combinada.

Mercedes-AMG
GLÓRIAS DO PASSADO Mercedes-Benz Classe M. Conhece a história do primeiro SUV da marca

Quanto à performance, pouco ou nada se sabe. Apesar da potência avassaladora e desta panóplia de tecnologias inéditas num modelo da Mercedes-AMG, o patrão da marca de Estugarda, Tobias Moers, não garante que este vá ser o carro de produção mais rápido de sempre. “Não estou à procura de esticar a velocidade máxima”, afirma.

A versão de produção do

Sabes responder a esta?
Quando é que começou produção do Mercedes-Benz SLR McLaren?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O desportivo da Mercedes-Benz que «respirava» pela estrela

Mais artigos em Notícias