Airlander 10, a maior aeronave de sempre

A aeronave fabricada pela Hybrid Air Vehicles tem o tamanho de um campo de futebol e foi inspirada nos zepelíns da primeira metade do século passado.

Os zepelíns – aeróstatos com propulsão própria – perderam grande parte da sua popularidade após o desastre de Hindenburg, em 1937, mas a empresa britânica Hybrid Air Vehicles pretende recuperar estas aeronaves com um novo projecto, o Airlander 10.

Esta aeronave de carga tem 92 metros de comprimento, pesa 20 toneladas, atinge os 148 km/h e consegue alcançar os 6100 metros de altitude. Graças a quatro motores (V8 Diesel com 4 litros e 350cv de potência) localizados nas extremidades da aeronave.

Com estas especificações, o Airlander consegue transportar mais de 10 toneladas de peso e voar ininterruptamente até cinco dias; além disso, não precisa de uma pista (para descolar ou aterrar) e pode ser operado por uma tripulação de apenas duas pessoas.

RELACIONADO: Fiat Isotta Franschini, o carro com motor de avião

Para conseguir concluir este projecto, a Hybrid Air Vehicles recebeu um empréstimo de 4,8 milhões de euros do governo britânico e outro de 2,7 milhões da União Europeia. O fabricante britânico acredita que o Airlander 10, desenvolvido a partir de rascunhos militares, poderá ser a primeira de uma nova geração de aeronaves mais eficientes, silenciosas e com um impacto ambiental reduzido.

O próximo voo de testes está previsto ainda este mês em Cardington, local onde se produziu o primeiro aeróstato em 1918. Até 2021, a Hybrid Air Vehicles pretende fabricar dez modelos por ano, que serão usados quer para transporte de mercadorias quer em voos comerciais. Será este o regresso dos zepelíns? Faz aqui o download da ficha completa do Airlander 10.

Airlander1

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias