Morgan EV3: o passado une-se com o futuro

A Morgan apresentou no Salão de Genebra o seu primeiro modelo eléctrico, o Morgan EV3.

Sim é verdade, um Morgan eléctrico. Baseado no conhecido modelo 3-Wheeler e sem estar obviamente sujeito a algumas críticas, o novo modelo eléctrico da Morgan representa acima de tudo um importantíssimo passo em frente na história da marca, sem esquecer a tradição e o passado daquela que é a mais tradicional marca automóvel britânica da atualidade.

Face ao Morgan 3-Wheeler, o EV3 mantêm a mesma plataforma e configuração de duas rodas á frente e uma roda atrás, porém as semelhanças acabam aqui. Substituindo o carismático motor de dois cilindros em V refrigerado a ar encontra-se um motor eléctrico de 63 cavalos entregues unicamente á roda traseira, capaz de atingir os 100 km/h em menos de 9 segundos e uma velocidade máxima de 145 km/h. A autonomia total de 241 km fica a cargo de uma bateria de lítio de 20Kw.

RELACIONADO: TOP 5 | As carrinhas em destaque no Salão de Genebra: qual é a tua favorita?

Utilizando pela primeira vez na história da marca painéis em fibra de carbono, quer no capo e nas laterais, o Morgan EV3 pesa menos 25 kg do que o 3-Wheeler, perfazendo um total de apenas 500 kg. Quanto ao design exterior, os três faróis dianteiros dispostos em triângulo e os diversos símbolos espalhados pela carroçaria indicando-nos que se trata de um modelo bastante especial.

No interior também se verificam alguns elementos menos habituais num habitáculo normalmente composto por madeira e alumínio trabalhados à mão, como é o caso de um ecrã digital e um interruptor com os diferentes modos de condução há escolha.

O Morgan EV3 deverá entrar em produção nos finais deste ano. Para uns o primeiro passo em direcção à modernização da marca, para outros um “insulto” á centenária fabricante britânica. Seja de que forma for, o Morgan EV3 poderá também representar a chegada de mais modelos eléctricos num futuro não muito distante.

Imagens do salão: Razão Automóvel

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos