Austin-Healey 100S Prototype vendido por 960 mil euros

São vários os dias negros na história do desporto automóvel mas nenhum se compara ao dia 11 de Junho de 1955.

Decorria mais uma prova das 24 Horas de Le Mans quando Lance Macklin com o seu Austin-Healey 100 S Prototype – lotado de 140 cv de potência num motor de quatro cilindros – foi atingido por trás por um Mercedes SLR 300, com o impacto, o Mercedes levantou voo em direção à multidão, desfazendo-se por completo e tirando a vida a 84 pessoas, incluído o piloto do SLR, Pierre Levegh. Este acidente ficou para a história como o mais sangrento no desporto automóvel.

O Austin-Healey, por sua vez, passou um ano na posse da polícia antes de ser reparado e vendido a um particular. Passados 42 anos de ligação a um único indivíduo, o Austin foi a leilão no dia 1 de Dezembro e teve como lance final 1.3 milhões de dólares, cerca de 960 mil euros.

austin-healey-100s-prototype-2
austin-healey-100s-prototype-3