Mazda MX-5 Shooting Brake. A variante que faltava ao MX-5?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Design

Mazda MX-5 Shooting Brake. A variante que faltava ao MX-5?

Esqueçam o MX-5 RF. Este Mazda MX-5 Shooting Brake existe apenas no plano virtual, mas parece ser a adição que faltava ao MX-5.

Este Mazda MX-5 Shooting Brake é apenas uma criação digital do designer amador chinês que se auto-intitula de Sugar Chow, mas sem dúvida que tem um potencial muito interessante.

Não seria o primeiro roadster a ser transformado numa shooting brake — muitos devem-se recordar ainda do BMW Z3 Coupé —, mas as proporções deste MX-5, de alguma forma, fizeram-nos recordar mais depressa o Ferrari GTC4Lusso, que deixou de ser produzido em 2020.

A proposta idealizada pelo Sugar Chow mostra-nos um MX-5 com novos pilares A que se prolongam de forma fluída para o tejadilho fixo e alongado (que ainda assim decai ligeiramente em direção à traseira). O volume traseiro é, claro, distinto, mas mantém as principais linhas e elementos do roadster, como os guarda-lamas traseiros «musculados», mas que agora unem-se a um inédito pilar C.

VEJAM TAMBÉM: BMW M4 Shooting Brake. Mais interessante que uma M3 Touring?

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Sugarchow (@sugardesign_1)

A opção que falta ao MX-5?

Com uma nova geração do roadster prevista para 2024 e tendo em conta o resultado convincente desta proposta pode-nos dar sempre a esperança de que os designers e decisores da Mazda se deixem também cativar e considerem uma shooting brake como uma variante adicional do roadster, em vez do RF que hoje se encontra à venda.

Nada contra o RF, mas esta shooting brake tem o potencial de dar atributos ao MX-5 inauditos, como uma elevada praticidade — não é difícil perceber o porquê do encanto adicional que uma proposta como esta podia ter.

No espaço ocupado pela capota no roadster, na shooting brake esse espaço seria aproveitado para ampliar substancialmente a capacidade da bagageira, para mais ajudado pelo teto estendido — em vez de uma «escapadinha» de fim de semana a dois, talvez desse para levar toda a «tralha» para uma road trip mais prolongada.

Mazda MX-5 Shooting Brake © Sugar Design

Além da aparência distinta, esta nova praticidade daria às duas variantes propósitos diferenciados, algo que não temos entre o MX-5 Roadster e o MX-5 RF.

Outra vantagem deste formato poderia estar, talvez, na performance aerodinâmica — caso o volume traseiro aproximasse-se de uma kammback (ou kamm tail), a resistência aerodinâmica poderia ser diminuída.

VEJAM TAMBÉM: Não parece, mas este Alfa Romeo 158 tem mais de Mazda MX-5 do que imaginam

O que acham? Faria sentido um Mazda MX-5 Shooting Brake? Deixem a opinião nos comentários.

Mais artigos em Notícias