BMW e Toyota juntas para lançar modelos fuel cell a hidrogénio em 2025

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Fuel Cell

BMW e Toyota juntas para lançar modelos fuel cell a hidrogénio em 2025

A BMW quer lançar modelos a hidrogénio de produção em massa já em 2025, tendo como parceira de desenvolvimento a Toyota.

A BMW pode começar a produzir e a vender em massa veículos com pilha de combustível a hidrogénio desenvolvidos em parceria com a Toyota já em 2025.

A informação foi avançada por Pieter Nota, responsável de vendas da BMW, numa entrevista ao Nikkei Asia, onde falou da visão da marca de Munique para este tipo de tecnologia para os próximos anos.

Recorde-se que a BMW tem planos para começar a produzir e a vender (em pequena escala) até ao final de 2022 uma versão fuel cell do BMW X5, denominada iX5 Hydrogen — cuja tecnologia é originária da Toyota e que nós já tivemos oportunidade de testar perto do círculo polar ártico, nos lagos gelados de Arjeplog, na Suécia.

A NÃO PERDER: Pilha de combustível a hidrogénio pode ser alternativa? Conduzimos o BMW iX5 Hydrogen na neve
Pieter Nota BMW
Pieter Nota, responsável de vendas da BMW. BENE-MUELLER

O BMW iX5 Hydrogen faz-se valer de dois depósitos em fibra de carbono com capacidade para armazenar até 6 kg de hidrogénio, o que se traduz numa autonomia máxima entre os 500 km e os 600 km.

E aqui, a maior vantagem para os 100% elétricos a baterias é que não se perde muito tempo com carregamentos, já que o reabastecimento completo numa estação de H2 pode ser feito em apenas três ou quatro minutos.

BMW iX5 Hydrogen
BMW iX5 Hydrogen

Mais SUV a hidrogénio a caminho?

Ao iX5 Hydrogen poderão juntar-se outros SUV do catálogo da marca bávara a pilha de combustível, para elevar a produção.

LEIAM TAMBÉM: Hidrogénio em pó. Cientistas encontram solução que pode mudar tudo

“Vemos que a tecnologia de pilhas de combustível a hidrogénio é particularmente relevante para SUV grandes”, explicou Nota à referida publicação, sugerindo a parceria com a Toyota: “Temos vários projetos em que trabalhamos com a Toyota”, disse.

BMW iX5 Hydrogen
BMW iX5 Hydrogen

A relação entre a BMW e a Toyota não é de agora e não se limita aos elétricos com pilha de combustível a hidrogénio (FCEV ou fuel cell electric vehicle).

Basta olhar para os novos BMW Z4 e Toyota GR Supra, que partilham, entre outras coisas, a plataforma, o motor, a caixa de velocidades e grande parte do interior.

A Toyota é das principais impulsionadoras no que ao hidrogénio diz respeito, tendo em comercialização o Mirai, que nós já tivemos oportunidade de testar por estradas nacionais.

Esta segunda geração do Mirai é particularmente relevante. Não só porque a Toyota conseguiu aumentar a eficiência de todo o conjunto e mesmo assim reduzir o custo, como é o primeiro a ser vendido pela marca como um «normal» veículo de produção — em 2021 venderam-se aproximadamente 6000 unidades.

Mas apesar de estar a explorar tecnologias ditas alternativas, como a da pilha de combustível a hidrogénio, a BMW já fez saber que vai manter o investimento nos motores de combustão e reforçar cada vez mais a oferta de modelos 100% elétricos nos próximos anos.

Fonte: Nikkei Asia

Sabe responder a esta?
Qual foi o primeiro modelo da Honda movido a hidrogénio?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Honda FCX. Este foi o primeiro carro movido a hidrogénio da Honda

Mais artigos em Notícias