GTI elétrico para a familía. O que vale o novo VW ID.5 GTX?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeos RA

GTI elétrico para a familía. O que vale o novo VW ID.5 GTX?

Com 299 cv, o Volkswagen ID.5 GTX é a versão mais desportiva do novo membro da «família ID». Para descobrir o que vale, o Diogo testou-o.

Em Tirol, Áustria

Primeiro SUV-Coupé 100% elétrico da Volkswagen, o Volkswagen ID.5 tem na variante GTX a versão que melhor se adequa ao seu visual mais dinâmico.

Mas será que está à altura das expectativas? Será este um GTI pensado para as famílias que procuram um modelo 100% elétrico?

Para descobrir a resposta a estas e a outras questões, o Diogo Teixeira viajou até à Áustria. Por lá pôs à prova o novo Volkswagen ID.5 GTX e neste vídeo dá-nos a conhecer em pormenor a nova proposta elétrica da Volkswagen.

VEJAM TAMBÉM: Enyaq Coupé RS iV. Já conduzimos o Skoda mais potente de sempre

Os números do Volkswagen ID.5 GTX

Ainda sem preços para o mercado português, o Volkswagen ID.5 GTX partilha toda a mecânica com o ID.4 GTX que também já pusemos à prova.

Isto quer dizer que o ID.5 GTX é animado por dois motores elétricos, um por eixo (80 kW ou 109 cv à frente, mais 150 kW ou 204 cv atrás), contando com tração integral e um total 220 kW (299 cv) e 460 Nm.

A alimentar os dois motores elétricos encontramos uma bateria com 77 kWh de capacidade que lhe permite percorrer até 490 km entre carregamentos.

Por falar no carregamento, este pode ser feito em corrente direta (DC) a 135 kW, sendo necessários menos de nove minutos para elevar a carga da bateria de 5% a 80%. Já em corrente alternada (AC) o ID.5 GTX pode ser carregado até 11 kW.

Diferente mas discreto

Como seria de esperar, o Volkswagen ID.5 GTX não é exatamente igual aos ID.5 «normais», mas não esperem grandes diferenças.

Com um coeficiente aerodinâmico de 0,27, o ID.5 GTX está disponível com um chassis de afinação normal e um mais desportivo ou com amortecedores variáveis.

Já no capítulo estético, o mais desportivo dos ID.5 apresenta um sistema de luzes mais sofisticado (LED Matrix) e um para-choques dianteiro diferente, com entradas de ar de maior dimensão na frente. Por fim, é também 1,7 cm mais curto e 0,5 cm mais alto do que o Volkswagen ID.5 «normal».

Sabe responder a esta?
Em que modelo se baseava o Saab 9-2x?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Saab 9-2x, o “Saabaru”. Um japonês mascarado de sueco

Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto