Raven GT. O supercarro V12 que não existe no «mundo real»

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Mundo virtual

Raven GT. O supercarro V12 que não existe no «mundo real»

A «moda» dos NFT no mundo automóvel veio para ficar e agora até já há carros que só existem no mundo virtual, como o Raven GT.

Numa altura em que a eletrificação vai tomando conta da indústria automóvel, um supercarro com um motor V12 como é o caso do Raven GT tinha tudo para animar os petrolhead.

Contudo, há um pequeno pormenor que desfaz todo o entusiasmo. É que apesar de parecer real, o Raven GT é um NFT, um protótipo exclusivamente virtual e a sua criadora, a Raven Cars, não tenciona produzir sequer uma unidade.

O objetivo da Raven Cars é outro e passa por oferecer serviços de design de alta qualidade ao mesmo tempo que «acelera» a adesão aos NFT.

A NÃO PERDER: DS E-Tense Performance com «toque» português vai poder ser conduzido no mundo virtual
Raven GT

Criado como se fosse real

Apesar de nunca sair do mundo virtual, todo o processo de design levado a cabo pela Raven Cars foi idêntico ao das outras marcas de automóveis. A única diferença é que quando chega a hora de produzir um modelo à escala real a jovem empresa simplesmente parte para outro projeto e dá o anterior por terminado.

O mais curioso é que apesar de o Raven GT ser apenas um NFT, a Raven Cars «deu-se ao trabalho» de revelar especificações técnicas que, apesar de realistas (sem grandes laivos de fantasia) acabam por não valer de muito, tendo em conta que existirá apenas no mundo virtual.

Raven GT

Assim, a Raven Cars anunciou para o seu GT um V12 montado à frente a declarar 800 cv e 718 Nm, tendo como tarefa impulsionar uma massa de 1525 kg.

LEIAM TAMBÉM: Saab 9-2x, o “Saabaru”. Um japonês mascarado de sueco

O binário seria enviado somente às rodas traseiras por intermédio de uma caixa automática de sete relações e as prestações estariam à altura do seu visual: 2,9s dos 0 aos 100 km/h e 340 km/h de velocidade máxima.

Por fim, e mesmo sem ter planos para produzir o Raven GT, a Raven Cars calculou até uma estimativa de consumos e emissões, com os primeiros a fixarem-se nos 15 l/100 km e os segundos nas 345 g/km.

Para já a Raven Cars não revelou quantos NFT do Raven GT vai disponibilizar nem quanto estes vão custar.

Sabe responder a esta?
Qual é a potência do Citroën Ami?

Mais artigos em Notícias