Lamborghini Murciélago com caixa manual está à venda. A opção mais desejada?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Leilão

Lamborghini Murciélago com caixa manual está à venda. A opção mais desejada?

Um dos últimos supercarros analógicos, este Lamborghini Murciélago com caixa manual relembra-nos de que já não se fazem carros assim.

Se atualmente os supercarros trazem cada vez mais de eletrónica e preparam-se para entrar na era eletrificada, há não muito tempo modelos como o Lamborghini Murciélago mostravam como se faziam superdesportivos quase sem chips, apenas a combustão e ainda com caixa manual.

Nascido em 2001 para substituir o também inesquecível Diablo, o Murciélago não defraudou as expectativas dos fãs da marca de Sant’Agata Bolognese e depressa conquistou um lugar entre os melhores supercarros da sua era.

Agora, pouco mais de 20 anos depois do seu lançamento, o Murciélago continua a captar atenções, ainda para mais neste caso em particular que está à venda, ao vir equipado com uma caixa manual.

A NÃO PERDER: Porsche Carrera GT: o último dos analógicos

À «moda antiga»

Apesar de também ter sido vendido com uma transmissão semiautomática, são as unidades equipadas com a caixa de velocidades manual de seis relações, com um manípulo metálico e «grelha» com o típico padrão em duplo “H”, que parecem ter a preferência dos colecionadores.

Não só são mais raras, como encontram-se ausentes dos super e hiperdesportivos de hoje — exceção feita, talvez, às duas mais recentes e exclusivas criações de Gordon Murray:

Sendo uma das primeiras unidades do Murciélago, debaixo do capô traseiro morava o «obrigatório» V12 naturalmente aspirado, mas ainda com 6.2 l de capacidade e capaz de debitar 580 cv e 649 Nm de binário. Como em todos os Murciélago, a transmissão era sempre feita às quatro rodas.

No que respeita à unidade que está a ser leiloada no site Bring a Trailer a licitação mais alta está, para já, nos 230 mil dólares (cerca de 211 mil euros), um valor que podemos considerar justo tendo em conta o estado geral deste Murciélago. que parece ser muito bom.

VEJAM TAMBÉM: Motores de combustão para lá de 2030? Lamborghini acredita que sim

Contudo, há alguns fatores que podem afastar os compradores mais exigentes.

O primeiro é o facto de o rádio de origem ter dado lugar a uma unidade da Pioneer, apesar do equipamento original também fazer parte do negócio. A pintura também já não é a original, tendo esta unidade sido repintada há uns anos.

Mas talvez o fator que mais dúvidas pode gerar é o referente à sua quilometragem que não se sabe ao certo qual é.

Segundo o anúncio, foi necessário trocar o painel de instrumentos algures 2006 e a nova unidade vinha a zeros no odómetro. Desde então este Lamborghini Murciélago percorreu 8200 milhas (perto de 13 000 km), com o vendedor a afirmar que esta unidade tem efetivamente, pelo menos, 18 mil milhas, ou seja, praticamente 29 mil quilómetros.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o Lamborghini LM002?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Lamborghini LM002. O «touro indomável» de Sant’Agata Bolognese

Mais artigos em Notícias