Stellantis vai lançar 75 novos elétricos até 2030 e este inédito Jeep «a pilhas» é um deles

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Stellantis vai lançar 75 novos elétricos até 2030 e este inédito Jeep «a pilhas» é um deles

"Dare Forward 2030" é o plano estratégico da Stellantis para esta década que acelera a eletrificação e digitalização das 14 marcas do grupo.

A Stellantis revelou hoje numa conferência online, na qual a Razão Automóvel marcou presença, o plano “Dare Forward 2030” que define a estratégia de negócio do grupo até ao final da década, ou seja, 2030.

Como seria de esperar, um dos pilares deste plano passa pela contínua eletrificação das suas 14 marcas, com a Stellantis a ter anunciado, nesse sentido, o lançamento de 75 novos modelos 100% elétricos durante os próximos oito anos.

O objetivo passa por garantir que, até ao final da década, 100% das vendas na Europa e 50% das vendas nos Estados Unidos correspondam a veículos 100% elétricos a bateria (BEV), totalizando vendas ao ritmo de cinco milhões de veículos elétricos por ano.

A NÃO PERDER: Da Citroën à Alfa Romeo. Na Stellantis nenhuma marca escapa à eletrificação
Jeep EV
Sabemos que chega em 2023 e sabemos que é elétrico, mas não sabemos mais nada. Nem sequer o nome.

Foco nos EUA

Um dos primeiros novos modelos 100% elétricos que conheceremos será também o primeiro Jeep movido somente a eletrões. Com lançamento marcado para o primeiro semestre de 2023, e apesar de a Stellantis o ter antecipado num par de imagens (que podem ver acima), as informações acerca deste modelo são escassas.

A este seguir-se-ão o Ram ProMaster BEV (a «nossa» Fiat Ducato nos EUA) ainda em 2023 e a pick-up Ram 1500 em 2024, a primeira pick-up elétrica da Stellantis.

Aliás, a Stellantis está a preparar-se para lançar mais de 25 modelos elétricos nos EUA até 2025, estando estes divididos entre a Dodge, a Ram, a Jeep e também a Chrysler, que verá o seu primeiro elétrico chegar em 2025.

LEIAM TAMBÉM: Stellantis. Resultados recorde em 2021 dão bónus para os funcionários

Premium são aposta

Segundo o plano “Dare Forward 2030”, todos os lançamentos da Maserati a partir de 2024 serão apenas modelos elétricos, seguindo-se o mesmo com as marcas premium do grupo — Alfa Romeo, DS Automobiles e Lancia — em 2025 e as restantes marcas do grupo na Europa em 2026.

Por falar nas marcas de luxo e premium da Stellantis, a meta passa por quadruplicar as receitas da venda de automóveis provenientes destas marcas, garantindo que em 2030 serão totalmente elétricas.

Stellantis
O lado norte-americano da Stellantis recebeu particular atenção no plano “Dare Forward 2030”.

Tecnologia em alta

O plano “Dare Forward 2030” não se foca apenas no lançamento de novos modelos, com a Stellantis a ter também como pilares estratégicos não só na satisfação dos clientes como a tecnologia. Por exemplo, o “Stellantis Corporate Venture Fund” (fundo de investimento) vai contar 300 milhões de euros de financiamento inicial que servirá para adotar tecnologias avançadas.

VEJAM TAMBÉM: Stellantis e Amazon juntas no desenvolvimento dos cockpits digitais do futuro

O gigante automóvel voltou a confirmar os compromissos anunciados nos eventos EV Day e Software Day, onde planeou a aumentar a capacidade instalada de produção de baterias de 140 GWh (gigawatt-hora) para aproximadamente 400 GWh — com uma ajuda da Mercedes-Benz —, expandir a tecnologia de pilhas de combustível a hidrogénio para os grandes furgões em 2024 ou lançar academias de software, dados e eletrificação para apoiar a transformação pela qual está a passar.

Stellantis

Tudo isto deverá permitir uma redução em 50% das emissões de carbono até 2030, rumo à neutralidade carbónica até 2038.

Por fim, no campo financeiro os objetivos passam pela duplicação das receitas líquidas para 300 mil milhões de euros até 2030, mantendo uma margem operacional de dois dígitos ao longo do tempo de duração do plano.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Peugeot 106 Electric?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Este é o Peugeot 106 Electric, o antepassado do e-208

Mais artigos em Notícias