Último Lotus Elise de sempre fica com Elisa Artioli, que lhe deu o nome

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Curiosidade

Último Lotus Elise de sempre fica com Elisa Artioli, que lhe deu o nome

O último Lotus Elise foi entregue a Elisa Artioli, cujo nome foi a inspiração original para batizar o então novo desportivo de Hethel.

É como se um ciclo tivesse sido fechado: o último Lotus Elise destinado a um cliente foi entregue a Elisa Artioli, que estará para sempre ligada ao desportivo britânico.

Elisa Artioli é a neta de Romano Artioli, o empresário italiano que ganhou protagonismo na indústria automóvel no final dos anos 80 e início dos anos 90 do século passado, após ter adquirido a Bugatti em 1987, a que se seguiu a compra da Lotus à GM em 1993.

Seria «sol de pouca dura» — em 1996 a Lotus foi comprada pela Proton —, mas foi tempo suficiente para a Lotus nos dar um dos desportivos mais marcantes da década.

VEJAM TAMBÉM: O fim de uma era. Lotus termina produção do Elise, Exige e Evora
Elisa Artioli e Lotus Elise
Elisa Artioli, em 1996, com o seu avô, Romano Artioli, e o Lotus Elise.

E quando chegou a altura de batizar o novo desportivo, equipado com uma inovadora estrutura space frame em alumínio, Romano Artioli não se conteve e usou o nome da sua própria neta.

Não se ficou por aí, pois durante a revelação oficial do desportivo no Salão de Frankfurt, em 1995, Elisa, na altura ainda com menos de três anos de idade, acabou por se tornar igualmente numa das estrelas do evento, encontrando-se no interior do desportivo quando este foi destapado.

Da mesma forma que Elisa Artioli ficou ligada ao nascimento Lotus Elise, também o Lotus Elise acabou por marcar a sua vida ao longo destes anos todos.

Agora, com 29 anos, Elisa Artioli continua a partilhar a sua história com outros, é parte ativa na comunidade “Elise” e para os interessados, podem segui-la no Instagram: iamlotuselise.

Não se fica por dar a cara. Ela tem um Lotus Elise de 1997 (Series I) desde os seus… quatro anos — claro que não o conduzia na altura… — fazendo parte da organização do Delightful Driving, que organiza passeios e viagens de carro pela Europa Central para todos os entusiastas da condução.

Agora vai poder acrescentar mais um Elise ao seu, precisamente o último dos 35 124 Elise produzidos a ser entregue a um cliente: um Elise Sport 240 Final Edition na cor Champioship Gold.

Tem claramente mais «poder de fogo» que o seu Elise Series I. O Lotus Elise Sport 240 está equipado com o 1,8 l Supercharged de origem Toyota, com 243 cv de potência, capaz de lançar os seus modestos 922 kg até aos 100 km/h em apenas 4,5s.

O último Lotus Elise ser entregue a Elisa Artioli parece ser a melhor forma de encerrar este capítulo da história da Lotus.

Mais artigos em Notícias