Tração traseira, motor Wankel e sistema híbrido. Mazda, o que estás a preparar?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Tração traseira, motor Wankel e sistema híbrido. Mazda, o que estás a preparar?

É só uma patente, mas caso se confirme a passagem à produção, o motor Wankel prepara-se para regressar «em grande» à gama da Mazda.

Depois de já ter confirmado o regresso do motor Wankel como extensor de autonomia no MX-30, a Mazda parece ter planos mais «grandiosos» para este tipo de motorização, considerando mais esta patente recentemente registada pela marca de Hiroshima.

Desta vez o motor Wankel não surge apenas como «gerador», mas sim como «ator principal». Na patente, o motor rotativo surge num modelo de carácter desportivo — posicionado atrás do eixo dianteiro — e está associado a um sistema híbrido.

Além disto, a força gerada por este inédito casamento é enviada às rodas traseiras, deixando antecipar um sucessor do icónico RX-7 e um mais do que provável recurso à nova plataforma de tração traseira da Mazda.

A NÃO PERDER: Wankel, tração traseira, SUV e híbridos plug-in. As apostas da Mazda para 2022
Mazda-patente

A juntar a tudo isto, o motor Wankel da patente apresenta-se com três rotores, uma solução à qual a Mazda não recorre desde que lançou o coupé Eunos Cosmo no mercado doméstico durante os anos 90 do século passado.

Vai mesmo ser realidade?

O «problema» das patentes é que nem se sempre se tornam realidade e acabam por servir somente para uma coisa: aguçar a curiosidade dos fãs das marcas e alimentar rumores.

São várias as marcas que patenteiam soluções que depois nunca chegam a ver a «luz do dia». Contudo, no caso da Mazda, as patentes anteriormente registadas deixam antever que pode mesmo «estar na calha» um novo coupé.

Se bem se recordam, há cinco meses a marca de Hiroshima patenteou a estrutura traseira de um novo veículo — vejam a patente original —, com a figura mais explícita a mostrar claramente a parte de trás de um coupé. Depois vimos ainda serem registados dois logótipos e várias designações, algumas delas facilmente relacionadas com o motor Wankel.

Face a tudo isto, resta uma pergunta: será que a Mazda vai passar das «palavras aos atos»?

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Mazda 323 GT-R?

Mais artigos em Notícias