Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Transformação

Não parece, mas é mesmo um Audi R8 com um V10 twin turbo de 1500 cv

Nos EUA, por incrível que pareça, é permitido a este Audi R8 sem carroçaria e com 1500 cv, circular legalmente na via pública.

Quem seria «louco» em destruir um Audi R8 GT — uma edição especial e limitada da primeira geração do R8 — para o transformar numa máquina de aparência pós-apocalíptica?

Não muita gente, presumimos, mas a história no caso deste R8 é diferente de outros automóveis transformados. Afinal, este R8 GT de 2012 não foi destruído para ser transformado…, já estava destruído e por isso a LeeC Parts, a autora desta criação, acabou por «salvar» o desportivo.

Segundo a LeeC Parts, cujo negócio é o de venda de peças automóveis, encontrou este Audi R8 GT acidentado à venda no Facebook Market Place. Um acidente que aconteceu apenas seis dias após ter sido vendido ao seu segundo proprietário, tendo sido dado como perda total.

VEJAM TAMBÉM: Audi R8. Versão mais acessível mantém a tração traseira mas está mais potente
Audi R8 GT 1500 cv

Os danos eram extensos (como poderão ver no vídeo), tendo inclusive a estrutura dianteira danificada, mas decidiram, se fosse possível, recuperar o carro. Caso não o fosse seria desmantelado e os componentes aproveitáveis vendidos.

Mas foi possível recuperar o R8, ainda que o resultado final, digno do universo “Mad Max”, seja radicalmente distinto do modelo original, como podem ver no vídeo e nas imagens.

Os painéis da carroçaria foram removidos, as luzes originais foram substituídas por outras (homologadas) de camiões, e os piscas vêm do Ford Mustang GT (2020). As rodas traseiras ganharam uns guarda-lamas retirados de uma chopper, mas que tiveram de ser alargados para acomodar os largos pneus traseiros.

Talvez a maior diferença esteja precisamente na dianteira. A estrutura danificada foi removida e substituída por outra tubular feita de propósito para o modelo. A mesma solução foi também usada para as «portas» do R8, já que as originais foram também retiradas.

Por incrível que pareça, apesar do aspeto radical deste Audi R8 GT, está homologado para circular na via pública.

1500 cv de potência

Quando foi revelado em 2010, o Audi R8 GT, produzido em apenas 333 unidades, aumentava a potência do 5.2 V10 naturalmente aspirado em 35 cv, até aos 560 cv, e retirava 100 kg ao R8 V10 «normal».

Audi R8 GT
Audi R8 GT, no seu estado original, quando foi revelado ao mundo em 2010.

Este exemplar, no entanto, já tinha sido alvo de modificações antes mesmo desta transformação pela LeeC Parts. O 5.2 V10 vinha com dois turbocompressores, cortesia da Underground Racing, preparadora conhecida precisamente pelo seu foco na sobrealimentação.

A LeeC Parts diz ainda que a transmissão R-Tronic da Audi também recebeu a atenção da Underground Racing, ainda que a embraiagem, por agora, seja a mesma do modelo de série.

VEJAM TAMBÉM: A nova «bomba» de Ken Block é um Audi elétrico inspirado no Sport Quattro S1

Com a adição dos dois turbos, a potência do V10 «explodiu». Estimam, que de momento, esteja acima dos 1500 cv (com combustível de competição), quase três vezes mais do que o modelo de série. Mas há potencial neste motor para debitar mais de 2000 cv.

Uma meta que parecem estar dispostos a atingir.

Mais artigos em Notícias